Cotidiano

Hospital que atende 50 mil pessoas corre risco de fechar; prefeito nega

Há 10 anos sob intervenção da Justiça, hospital passa por crise financeira

Midiamax Publicado em 08/04/2015, às 19h57

None
hospital_sao_vicente.jpg

Há 10 anos sob intervenção da Justiça, hospital passa por crise financeira

O Hospital Beneficente São Vicente de Paula, localizado em Bela Vista, a 349 quilômetros da Capital, corre risco de fechar as portas, conforme o site local Bela Vista MS. Entretanto, o prefeito Renato Rosa (PSB) negou com veemência. “Não existe essa possibilidade”, garante.

Após intervenção judicial em 2005, o hospital passou a ser administrado pela Prefeitura de Bela Vista. Dez anos depois, passa por crise financeira e “muita dificuldade”, conforme relatado pelo prefeito.

A unidade médica recebe repasse mensal de R$ 350 mil da Prefeitura e de R$ 15 mil do Governo do Estado. O hospital atende cerca de 50 mil pessoas de Bela Vista e entorno (Caracol, Antonio João, Porto Murtinho e São Carlos e Bella Vista, as duas últimas no Paraguai)

Aguardando apoio

Renato Rosa declarou ao Jornal Midiamax que a Prefeitura está pensando formas de tirar o hospital da crise. “Pedi apoio do Governo e o secretario estadual de saúde me garantiu que olharia por nós. Mas este apoio está demorando, as pessoas não podem esperar. Principalmente em região de fronteira”.

O prefeito de Bela Vista disse ainda que está na Capital e aproveitará para tentar contato com a Secretaria Estadual de Saúde.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax questionou o Governo do Estado a respeito da promessa e a assessoria ficou de checar, mas até o momento não enviou retorno.

Jornal Midiamax