Cotidiano

Funcionários demitidos da São Bento seguem sem receber e cobram resposta

Mais de 80 trabalhadores ainda não receberam a rescisão

Midiamax Publicado em 22/05/2015, às 17h38

None
_mg_3894.jpg

Mais de 80 trabalhadores ainda não receberam a rescisão

Mais de 80 funcionários demitidos da São Bento seguem sem receber a rescisão de contrato. Dispensados no início do mês após a rede passar por crise financeira e fechar seis lojas, eles cobram uma resposta, tanto da empresa, quanto do sindicato da categoria.

“Fui demitido e estou a mais de 15 dias sem receber a rescisão e os direitos trabalhistas. Também não deram baixa na minha carteira. Exigimos uma resposta”, destaca ex-gerente da São Bento, que trabalhou na empresa por 7 anos.

A rescisão dele é de cerca de R$ 50 mil. “Tenho contas a pagar, filhos para criar. E não sou só eu que estou sem receber, tem mais oitenta”, frisa o ex-gerente, que não quis se identificar. O temor dele e de outros é a conversa de bastidor que circula, de que a empresa vai parcelar as recisões em até 12 vezes. “Não podem fazer isso, é um absurdo”.

Na semana passada, outro ex-gerente, Paulo Frejat, de 25 anos, que trabalhou para a farmácia por nove anos, procurou a redação para reclamar que a São Bento ainda não apresentou proposta para pagar os funcionários demitidos.

Outro lado

O Jornal Midiamax contatou o Sinprafarms (Sindicato dos Oficiais Práticos e Funcionários de Farmácia de Drogarias do Estado), mas o presidente Heitor Scarpellini Urunaga estava em reunião e só poderia falar no sábado (23). Entretanto, o Sinprafarms adiantou que se reunirá com a São Bento nesta sexta-feira para definir a situação dos demitidos.

O presidente da São Bento Luiz Fernando Buainaim garantiu recentemente ao Midiamax que todos os ex-funcionários serão pagos. “Vamos pagar todo mundo. Estamos conversando com os sindicatos representantes para fazer o pagamento de uma forma que seja boa para todos”.

A empresa sul-mato-grossense tem atualmente 91 lojas no Estado, sendo 51 na Capital.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as informações para o WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax