Cotidiano

Dengue chega a um milhão de casos notificados no país

Em MS 10 pessoas já morreram por causa da doença

Kemila Pellin Publicado em 10/06/2015, às 20h23

None
download_1.jpg

Em MS 10 pessoas já morreram por causa da doença

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (10) que no Brasil, até o dia 30 de maio deste ano, já foram notificados 1.021.004 casos de dengue. O número é mais do que dobro comparado com o mesmo período de 2014, quando foram notificados 441.2 mil.

O novo balanço também revela que o Centro-Oeste foi à região que apresentou a maior incidência de casos da doença, com 787,9 casos para cada 100 mil habitantes, totalizando 119.912 notificações. Nesse comparativo, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul divulgou o boletim epidemiológico relativo à primeira semana de junho, no qual revela que 61 cidades estão com uma alta incidência da doença, o que significa mais de 300 casos para cada 100 mil habitantes.

Conforme a Secretária de Saúde, já foram notificados 25.848 casos da dengue no estado em 2015. O número é quase três vezes maior do que o registrado durante todo o ano de 2014 (9.256). O boletim também revela que 10 pessoas já morreram pela doença neste ano, sendo duas delas na cidade de Sonora, com apenas 15 mil habitantes. No país foram 378 mortes registradas até o final de maio, o que significa aumento de 33% em comparação aos 285 registrados no ano anterior.

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde também trazem projeções positivas, mostrando que entre abril e maio deste ano, já houve uma redução de 68% nos casos notificados.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, avaliou que o país enfrenta uma situação parecida com a de 2013, quando foram notificados 1,3 milhão de casos de dengue e 494 mortes. “O resultado positivo de 2014 (quando houve redução expressiva dos casos e das mortes por dengue) deveria ter resultado na intensificação das medidas de controle”, disse.

Chioro também destacou que a chegada do inverno deve diminuir a incidência da doença, visto que as chuvas devem diminuir, assim como as temperaturas.  “Já estamos observando uma diminuição expressiva dos casos de dengue”, disse o ministro. “A tendência é continuar caindo”, concluiu.

Jornal Midiamax