Cotidiano

Chuva diminui movimento, mas não impede familiares de visitar os que se foram

Guarda chuvas tomaram conta do Santo Amaro

Midiamax Publicado em 02/11/2015, às 20h08

None
chuva.jpg

Guarda chuvas tomaram conta do Santo Amaro

A chuva desta segunda-feira (2) diminuiu o movimento, mas não afastou os familiares de visitar os que se foram nos cemitérios de Campo Grande. No Santo Amaro, os guardas chuvas tomaram conta do local e foram os aliados para o momento difícil.

“A chuva complica, mas tem que vir”, comenta a dona de casa Maria Isabel Lopez, de 57 anos. Munidos de guarda chuvas, ela e os filhos foram visitar o túmulo do marido. “É triste, mas ao mesmo tempo nos lembramos dos bons momentos que passamos com ele”.Chuva diminui movimento, mas não impede familiares de visitar os que se foram

Segundo a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), as visitas aos cemitérios acontecem mais durante a manhã. “O movimento de tarde já é menor. Com a chuva diminuiu. Muita gente veio ontem também”, declarou fiscal que não quis ser identificado.

Chuva diminui movimento, mas não impede familiares de visitar os que se foramA movimentação nos cemitérios públicos começou cedo, com pessoas que fugiram do tumulto e do trânsito, para ter um momento de maior tranquilidade.

No cemitério Santo Antônio, o mais antigo da Capital, a presença de descendentes e da cultura japonesa foi marcante, com diversas famílias prestando homenagens aos antepassados.Chuva diminui movimento, mas não impede familiares de visitar os que se foram

Jornal Midiamax