Cotidiano

Chuva deixa 150 casas ‘ilhadas’ na região das Moreninhas

Cerca de 150 residências ficaram “ilhadas” nas Moreninhas, em Campo Grande, nesta manhã de segunda-feira (1º). As ruas, em especial as sem asfalto, ficaram completamente alagadas, chegando a inundar as casas e impedir as crianças de irem à escola. “Não deu nem para levar as crianças para a escola hoje, toda vez que chove é isso”, […]

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 12h49

None
2063290333.jpg

Cerca de 150 residências ficaram “ilhadas” nas Moreninhas, em Campo Grande, nesta manhã de segunda-feira (1º). As ruas, em especial as sem asfalto, ficaram completamente alagadas, chegando a inundar as casas e impedir as crianças de irem à escola.

“Não deu nem para levar as crianças para a escola hoje, toda vez que chove é isso”, reclamou Altimar de Souza Pereira, 37 anos, morador da rua Ayrton Senna, uma das regiões mais afetadas no bairro Moreninha II. “Já pedimos ajuda várias vezes, mas as autoridades não fazem nada”, denunciou.

A esquina da rua Crispim Moura, na final da Nova Capital está completamente alagada, e cheia de barro. “Atrapalha até as vendas, porque depois que a chuva para, fica a lama e ninguém sai de casa”, lamentou o comerciante Aparecido Ferreira da Costa, 45 anos. 

Na região das Moreninhas, pelo menos 150 residências ficaram “ilhadas”, sem os moradores terem como sair de casa. “Não tem como fugir, vivo só com Deus”, afirmou Antônio Alencar, 76 anos, morador da rua Bento de Souza.

“Sempre que chove alaga a região e os moradores é quem sofrem”, destacou Márcio Luis Pereira, de 32 anos, que reside há cinco na rua Paranapiacaba, na Moreninha II.

A BR-163, saída para São Paulo, também está com diversos trechos interditados, onde os motoristas se arriscam a ultrapassar.

Jornal Midiamax