Cotidiano

Sábado deve ter céu parcialmente nublado e calor de 30ºC em Campo Grande

Sete pessoas morreram e 48 ficaram feridas na explosão ocorrida na madrugada deste sábado na refinaria de Amuay, no Estado de Falcón, informou a imprensa oficial do governo desta cidade do noroeste venezolano. “A governadora do estado de Falcón, Stella Lugo, informou que até agora há 7 pessoas falecidas e outras 48 feridas por causa […]

Arquivo Publicado em 25/08/2012, às 10h17

None

Sete pessoas morreram e 48 ficaram feridas na explosão ocorrida na madrugada deste sábado na refinaria de Amuay, no Estado de Falcón, informou a imprensa oficial do governo desta cidade do noroeste venezolano.

“A governadora do estado de Falcón, Stella Lugo, informou que até agora há 7 pessoas falecidas e outras 48 feridas por causa da explosão ocorrida nesta madrugada na refinaria de Amuay”, informou a agência estatal AVN em seu site.

Por seu lado, o ministro da Energia, Rafael Ramírez, informou que houve “um vazamento de gás, cuja origem será determinada, e esse gás gerou uma nuvem que depois explodiu e provocou incêndios em pelo menos dois tanques da refinaria e nas áreas circundantes”.

“A onda da explosão foi de uma magnitude importante, de maneira que há danos consideráveis na infraestrutura e moradias localizadas diante da refinaria”, explicou Ramírez ao canal oficial VTV.

Ramírez também ocupa o cargo de presidente da empresa estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA).

Segundo as autoridades, o fogo que começou dentro da instalação petroleira e já está controlado.

A refinaria de Amuay, que faz parte do Centro de Refinamento Paraguaná, e a maior deste país petroleiro e processa 645.000 barris de petróleo por dia.

Jornal Midiamax