Cotidiano

Prefeito vai a Brasília em busca de recursos para reparar estragos da chuva

Programação é que viagem ocorra no início dessa semana; segundo a prefeitura Campo Grande necessita de R$ 40 milhões

Arquivo Publicado em 20/03/2011, às 12h50

None
475352214.jpg

Programação é que viagem ocorra no início dessa semana; segundo a prefeitura Campo Grande necessita de R$ 40 milhões

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, vai a Brasília em busca de recursos para reparar os estragos da chuva do início do mês na Capital.

Segundo informações da assessoria de imprensa da prefeitura, há uma programação que ele vá no início da semana para a capital Federal, mais precisamente, nesta terça-feira.

Na sexta-feira (11), durante visita do ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, o prefeito afirmou que Campo Grande necessitava de recursos entre R$ 35 milhões e R$ 40 mi para reparar os estragos provocados pela chuva.

Um dia antes da vinda do ministro, foi publicado no Diário Oficial de Campo Grande o decreto de situação de emergência.

Com o excesso de chuvas do começo do mês, córregos transbordaram, casas foram inundadas e o asfalto na maior parte das vias principais ficou comprometido. Em alguns bairros sem asfaltamento as águas abriram crateras que ameaçam moradores e dificultam o acesso às casas.

No decreto, o prefeito listou estragos nas seguintes áreas de Campo Grande:

Nova Lima – Erosão, drenagem e pavimentação asfáltica;

Laranjais – Erosão, drenagem e pavimentação asfáltica;

Ernesto Geisel – Paredão no córrego desde a Obra do Segredo até a Rua Salgado Filho;

Zona Rural – Estradas CG-342, CG-324, CG-112, CG-140, CG-246 e estrada vicinal de Rochedinho

Parque dos Laranjais – Erosão, drenagem e pavimentação asfáltica;

Ernesto Geisel – Paredão no córrego desde a Obra do Segredo até a Rua Salgado Filho;

Zona Rural – Estradas CG-342, CG-324, CG-112, CG-140, CG-246 e estrada vicinal de Rochedinho

Jornal Midiamax