Cotidiano

Jovem é assassinado com golpes de canivete no pescoço em bairro da Capital

Após ser esfaqueado, Johnny correu em direção a rua Javaés e entrou na casa de uma mulher de 29 anos, onde falou o nome do autor antes de morrer

Arquivo Publicado em 30/11/2011, às 11h19

None

Após ser esfaqueado, Johnny correu em direção a rua Javaés e entrou na casa de uma mulher de 29 anos, onde falou o nome do autor antes de morrer

O polidor Johnny Clayton de Oliveira Spinola de Souza, 19 foi morto com golpes de canivetes no pescoço às 23h30 desta terça-feira (29), no bairro Tijuca em Campo Grande.

Após ser esfaqueado, Johnny correu em direção a rua Javaés e entrou na casa de uma mulher de 29 anos, onde veio a óbito. Antes de morrer, Johnny disse que o autor do crime era um homem conhecido como Roberto.

Roberto estava em uma casa, na rua de trás de onde o jovem atingido morreu pedindo por socorro. Na rua, em frente desta residência existia marcas de sangue no chão.

O acusado negou o crime. Porém a polícia percebeu que havia sangue nos pés de Roberto. Ele disse à polícia que o sangue era porque teria acabado de cortar carne.

O dono da casa deixou a polícia entrar na casa onde não havia carne na geladeira e em nem um outro local.

Jornal Midiamax