Brasil

Mãe de criança que ficou internada com Covid em SC celebra vacina: 'Ansiosa'

Thomas de 8 anos ficou 14 dias internado

Maria Eduarda Fernandes Publicado em 10/01/2022, às 14h19

Thomas pegou Covid-19 em junho de 2020
Thomas pegou Covid-19 em junho de 2020 - Divulgação Metrópoles

Fabiana Rodrigues, empreendedora e mãe do pequeno Thomas de 8 anos, celebrou a inclusão de crianças no Plano Nacional de Imunização contra o vírus da Covid-19. A comemoração aconteceu após Thomas ficar 14 dias internado no Hospital Infantil Joana de Gusmão em Florianópolis, devido ao agravamento da doença causada pelo novo coronavírus.

A criança ficou internada em junho de 2020 e passou 5 dias intubado. "Para mim, parecia que não acabava mais. Eu não dormia, mal comia. As minhas amigas tinham que ir na minha casa levar comida para mim e me fazer comer, porque eu só esperava aquela ligação do hospital para saber como ele estava", lembra Fabiana.

Vacinação em crianças

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou em dezembro a vacinação da Pfizer contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos. A decisão foi comemorada por especialistas e a eficácia nessa faixa etária é de 90,7%

As doses já estão sendo aplicadas nesse público nos Estados Unidos, Áustria, Alemanha, Chile, China e Colômbia. As primeiras doses da vacina devem chegar ao Brasil ainda neste mês de janeiro.

Vacinação de crianças em Mato Grosso do Sul

A vacinação em crianças sul-mato-grossenses deve começar na segunda quinzena de janeiro, a depender do envio de doses — cuja quantidade será diferente das aplicadas em adultos — pelo Ministério da Saúde. De acordo com o Secretário de saúde do Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, a pretensão é distribuir "imediatamente" as doses de vacinação infantil assim que chegarem ao Estado.

(Com supervisão de Guilherme Cavalcante)

Jornal Midiamax