Brasil

OMS: situação da pandemia é grave, mas produção local de vacinas auxilia o Brasil

Agência Brasil Publicado em 02/04/2021, às 00h43

None
Reprodução/ABr.
A situação da pandemia de coronavírus no Brasil é "claramente crítica", com a maioria das unidades de tratamento intensivo em hospitais com 90% ou mais de ocupação e novas variantes mais infecciosas em circulação, segundo avaliou a epidemiologista responsável pelo resposta da Organização Mundial da Saúde (OMS) à pandemia, Maria Van Kerkhove, durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 1º.
A cientista brasileira e chefe do setor de vacinas da OMS, Mariangêla Simão, afirmou que a situação no Brasil a "preocupa muito", mas que produção de imunizantes no País por entidades como a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto Butantan auxiliam o combate local ao vírus, em meio à dificuldade da OMS distribuir vacinas a todos os países por meio da iniciativa Covax. Ela alertou, porém, que é importante manter as restrições à circulação mesmo com a imunização em larga escala. "Disponibilidade de vacinas não pode dar falsa impressão de segurança aos brasileiros", disse Simão.
Jornal Midiamax