Brasil

Mourão: Petrobras tem que acompanhar o preço do petróleo, senão entra em prejuízo

O vice-presidente alega que as movimentações por paralisação são "ameaças"

Estadão Conteúdo Publicado em 07/07/2021, às 11h35

Na foto, o vice-presidente Hamilton Mourão
Na foto, o vice-presidente Hamilton Mourão - (Foto: Reprodução)
O vice-presidente Hamilton Mourão descartou a possibilidade de haver greve de caminhoneiros e defendeu o reajuste de preço dos combustíveis alinhado com flutuações do mercado internacional. "A Petrobras tem que acompanhar o preço do petróleo, porque senão entra em prejuízo, e o País também. O governo é um dos principais acionistas", argumentou o vice nesta quarta-feira (7), em conversa com jornalistas. Para ele, as movimentações da categoria por paralisação são "ameaças" que serão dissuadidas pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Jornal Midiamax