Brasil

Fiocruz confirma chegada de 2 milhões de doses de Oxford nesta terça

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) confirmou a entrega de 2 milhões de doses da vacina Covishield, que é produzida pela instituição em parceria com a Universidade de Oxford e a farmacêutica britânica AstraZeneca. Os frascos virão do Instituto Serum, da Índia. Este novo lote importado diretamente do centro produtor da AstraZeneca poderá agilizar a execução […]

Adriel Mattos Publicado em 22/02/2021, às 11h40 - Atualizado às 11h43

Fiocruz recebeu material importado da Índia e já iniciou fabricação da Covishield. (Foto: Divulgação)
Fiocruz recebeu material importado da Índia e já iniciou fabricação da Covishield. (Foto: Divulgação) - Fiocruz recebeu material importado da Índia e já iniciou fabricação da Covishield. (Foto: Divulgação)

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) confirmou a entrega de 2 milhões de doses da vacina Covishield, que é produzida pela instituição em parceria com a Universidade de Oxford e a farmacêutica britânica AstraZeneca. Os frascos virão do Instituto Serum, da Índia.

Este novo lote importado diretamente do centro produtor da AstraZeneca poderá agilizar a execução do PNI (Plano Nacional de Imunização). A fundação recebeu com um mês de atraso o IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) para produzir a vacina no Brasil.

A primeira leva de doses fabricadas em território nacional deve ficar pronta até 19 de março, segundo a CNN Brasil. A negociação com a AstraZeneca e o Serum prevê a compra de dez  milhões de doses, além dos dois milhões que chegaram ao Brasil em janeiro.

Depois dessa primeira remessa, vão faltar mais oito milhões de vacinas, que serão importadas ao longo dos próximos dois meses, ainda sem uma confirmação de data.

Jornal Midiamax