Brasil

Ex-presidente Temer e parlamentares lamentam morte de Bruno Covas

Prefeito licenciado de São Paulo morreu neste domingo (16)

Agência Estado Publicado em 16/05/2021, às 09h49

None
Foto: Reprodução/ Agência Brasil

O ex-presidente da República Michel Temer, lamentou, em sua conta do Twitter, a morte do prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), que morreu neste domingo (16), aos 41 anos, após uma longa batalha contra um câncer.

"Acabo de receber a tristíssima notícia do falecimento de Bruno Covas. Tão jovem, tão afável, tão idôneo. Com ele vai embora parte da nossa esperança. Descansa em paz", escreveu.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) lamentou a morte de seu correligionário, o prefeito Bruno Covas. Em nota, o governador relembrou a carreira política do prefeito paulista, destacando sua coragem e lealdade. "Você foi e continuará sendo para todos nós, um eterno exemplo", diz o governador.

"Obrigado Bruno Covas, por ter compartilhado, com todos nós, tanto carinho e dedicação. À Renata e ao Pedro, seus Pais, Gustavo, seu irmão, e especialmente Tomás, seu filho, meu afeto nesse momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida. São Paulo terá sempre muito orgulho desse filho querido", afirmou em nota.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, lamentou nesta manhã a morte do prefeito licenciado de São Paulo. "Meus sentimentos em nome dos cariocas a todos os paulistanos pela morte do Prefeito Bruno Covas. Bruno foi um exemplo de homem público e gestor que continuará sendo seguido. Meu carinho especial à família e aos amigos próximos. Que Deus possa confortar seus corações", escreveu o prefeito do Rio no Twitter, minutos após a confirmação da notícia.

O presidente da Câmara, deputado federal Arthur Lira (PP-AL), lamentou netes domingo, por meio do Twitter, a morte do prefeito de São Paulo. Lira afirmou que o tucano era "um jovem talento na política, que travou com coragem e otimismo uma árdua batalha". Lira afirmou que o tucano era "um jovem talento na política, que travou com coragem e otimismo uma árdua batalha".

Ex-presidente do Senado, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) usou o Twitter para lamentar a morte de Bruno Covas. "Perdemos um homem de valor e a cidade de São Paulo perde um político de princípios", escreveu o parlamentar. Alcolumbre afirmou ainda que Bruno Covas lutou "com bravura e destemor até o último instante". "Das vezes em que estivemos juntos, guardo a melhor impressão dos gestos de homem público forte, decente e de muito caráter."

Jornal Midiamax