Brasil

Delegado que morreu vítima da covid-19 será sepultado na manhã desta terça

O velório e sepultamento do delegado Paulo César Braus, 55, ocorrerão no Jardim das Palmeiras em Campo Grande, próximo da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), na Avenida Tamandaré, 6934, Jardim Seminário, das 8 às 10 horas desta terça-feira (16). O delegado de polícia aposentado Paulo César Braus faleceu na manhã desta segunda-feira (15), vítima de […]

Diego Alves Publicado em 15/03/2021, às 20h13

Delegado aposentado Paulo César Braus
Delegado aposentado Paulo César Braus - Delegado aposentado Paulo César Braus

O velório e sepultamento do delegado Paulo César Braus, 55, ocorrerão no Jardim das Palmeiras em Campo Grande, próximo da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), na Avenida Tamandaré, 6934, Jardim Seminário, das 8 às 10 horas desta terça-feira (16).

O delegado de polícia aposentado Paulo César Braus faleceu na manhã desta segunda-feira (15), vítima de covid-19, . Ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Proncor, na Capital.

Braus estava aposentado desde o ano de 2017 e ingressou na Polícia Civil de Mato Grosso do Sul em 1990, como delegado, mas era natural de Araçatuba-SP.

Dentre as delegacias que ele atuou estão as do interior, das cidades de Miranda, Caracol, Maracaju e Rio Brilhante. Na Capital, foi titular da Derf (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos), atuou na Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado, foi diretor do Departamento de Polícia Especializada e do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro.

Além destas, também passou pela Dedfaz (Delegacia Especializada de Repressão a Defraudações, Falsificações, Falimentares e Fazendários), Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), Garras (Grupo Armado de Repressão a Assaltos e Sequestros), DEH (Delegacia Especializada em Homicídios), Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) e Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).

Velório

Conforme nota divulgada pela assessoria de imprensa da PC-MS, a UTI do Proncor identificou que Paulo não possuía risco de contaminação e, por isso, autorizou a realização do velório com segurança.

O velório e o sepultamento ocorrerão no Cemitério Jardim das Palmeiras, localizado na Avenida Tamandaré, 6934, no Jardim Seminário. O horário ainda está a definir, pela família.

Jornal Midiamax