Brasil

Brasil confirma primeiros casos de cepa indiana da covid-19

Os contaminados são tripulantes de um navio que vinha da África do Sul

Gabriel Neves Publicado em 20/05/2021, às 10h59

Imagem ilustrativa.
Imagem ilustrativa. - (Foto: Reprodução)

A Secretaria de Saúde do Maranhão confirmou nesta quinta-feira (20) os primeiros casos oficiais da cepa indiana (B.1.617.2) da covid-19 no Brasil.

São seis contaminados, todos tripulantes do navio Shandong da Zhi, que veio da África do Sul e foi fretado pela Vale para entregar minério de ferro em São Luís (MA).

A confirmação foi feita pelo secretário de saúde, Carlos Lula, durante uma entrevista coletiva. Segundo ele, seis dos 24 tripulantes fizeram o teste genômico pelo Instituto Evandro Chagas e todos testaram positivo.

Um dos tripulantes segue internado em um hospital particular de São Luís. O quadro de saúde dele é estável, segundo o último boletim médico.

Agora, de acordo com a SES, dentro do navio continuam 14 tripulantes com covid-19: Dois com sintomas leves e 12 assintomáticos. Outros nove não foram diagnosticados com a doença.

“É uma variante classificada como variante de atenção. Eu tive contato com o secretário de Segurança Sanitária do Ministério da Saúde e o ministro Marcelo Queiroga, logo pela manhã. O Ministério está enviando uma equipe e a gente tem atuado em conjunto com a Anvisa. Eu queria afirmar que todas as medidas estão sendo tomadas, a tripulação está toda isolada e o navio não tem permissão para atracar”, disse Carlos Lula.

O secretário informou ainda que cerca de cem pessoas tiveram contato com os tripulantes que testaram positivo. Elas devem ser testadas, acompanhadas e, se necessário, serão isoladas.

O navio Shandong da Zhi segue ancorado na costa de São Luís e todos os tripulantes estão isolados e acompanhados por profissionais de saúde, segundo a secretaria.

*Com informações do UOL.

Jornal Midiamax