Brasil

Anvisa diz que menos doses nos frascos da Coronavac é erro no uso do imunizante

Os frascos não rendem 10 doses por causa das seringas inadequadas

Dândara Genelhú Publicado em 17/05/2021, às 16h09

None
Foto: Reprodução.

Nesta segunda-feira (17), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) emitiu nota afirmando que não foram encontrados erros nos envases da Coronavac. De acordo com a Agência, a falta de doses nos frascos é causada por erros no uso do imunizante.

Cada frasco deve conter 10 doses e a quantidade é assegurada pela Agência. “A conclusão da investigação é que não houve falha técnica no envase na vacina e que os frascos da vacina trazem 10 doses, conforme previsto”, afirmou em nota.

Assim, a Agência destaca que seringas inadequadas podem causar a diminuição das doses. “De acordo com a avaliação técnica feita pela Anvisa o uso de seringas de 3ml não seria o mais adequado para a extração de vacinas, que possuem doses de 0,5ml”.

O relatório da Anvisa aponta que seringas de 1ml que têm uma maior precisão para cada dose. Assim, essas são as mais adequadas para retirada e aplicação das doses da Coronavac.

Jornal Midiamax