Brasil

Agora titular do governo do Rio, Cláudio Castro (PSC) promete diálogo

'Pacificar o Rio de Janeiro e unir esforços no enfrentamento à Covid-19'

Agência Brasil Publicado em 30/04/2021, às 22h08

Governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), que era interino até hoje (Agência Brasil)
Governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), que era interino até hoje (Agência Brasil)

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), que era interino até hoje, quando o titular Wilson Witzel (PSC) sofreu impeachment, manifestou-se na noite desta sexta sobre a decisão do Tribunal que julgou Witzel e sobre os desafios de sua função, agora definitiva.

"Diante da enorme responsabilidade de conduzir o Estado nesse período tão difícil, o governador Cláudio Castro recebe a decisão do Tribunal Especial Misto sobre o processo de impeachment. Mais do que nunca, Castro manterá sua premissa histórica do diálogo para superar os desafios de pacificar o Rio de Janeiro e unir esforços no enfrentamento à Covid-19, à fome, à pobreza e pela geração de empregos", diz a nota do governo do Estado.

Castro tomará posse às 10h deste sábado, 1º, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Durante a cerimônia, ele vai prestar o juramento constitucional e assinar o termo de posse. Às 14h o governador fará um pronunciamento no Palácio Guanabara, sede do governo do Rio, em Laranjeiras (zona sul do Rio).

Jornal Midiamax