Brasil

Bolsonaro tenta três vezes live contra Globo, mas internet do Planalto cai

Durante uma transmissão ao vivo no Facebook, que foi interrompida três vezes por causa de supostos problemas na rede de internet do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), atacou reportagem da TV Globo sobre as acusações do ex-ministro Sérgio Moro, sobre suposta interferência na Polícia Federal. “Matéria no Fantástico da TV Globo […]

Matheus Maderal Publicado em 27/04/2020, às 07h59 - Atualizado às 13h33

Foto: reprodução
Foto: reprodução - Foto: reprodução

Durante uma transmissão ao vivo no Facebook, que foi interrompida três vezes por causa de supostos problemas na rede de internet do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), atacou reportagem da TV Globo sobre as acusações do ex-ministro Sérgio Moro, sobre suposta interferência na Polícia Federal.

“Matéria no Fantástico da TV Globo contra a minha pessoa. Eu assisti a Globo hoje, contra os meus princípios”, disse o presidente antes de a live ser interrompida pela queda do sinal da internet.

A reportagem, exibida no Fantástico, trata da preocupação do governo de que os inquéritos possam atingir dois filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

Na segunda tentativa de transmissão, Bolsonaro afirma que a matéria, assinada pelo repórter Vladimir Netto, é de autoria de um jornalista casado com ex-assessora de Moro no Ministério da Justiça.

“O Fantástico acabou agora uma matéria que quem apresentou foi seu Vladimir Netto, filho da Miriam Leitão, cuja esposa trabalhava até pouco tempo como assessora de imprensa, DAS-6, do sr Sergio Moro, no Ministério da Justiça. Só isso aqui já dá pra encerrar, mas vamos lá”, disse o presidente. A mulher de Vladimir Netto é a jornalista Giselly Siqueira, que assessorou Moro no ministério, mas deixou o cargo em julho do ano passado.

Ao iniciar a terceira tentativa de transmissão, Bolsonaro reclamou da internet do Alvorada, residência oficial do presidente “Vamos tentar pela terceira vez. Se não conseguir dessa vez eu vou desistir. Já determinei aqui que a internet do Alvorada não pode ser desse padrão. O presidente da República precisa desse instrumento para poder bem trabalhar.”

Jornal Midiamax