Brasil

Geddel é colocado em ‘solitária’ na Papuda

Ex-ministro ficará por 10 dias na 'solitária'

Egina Becker Publicado em 28/06/2018, às 15h54 - Atualizado às 15h56

Ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima. (Foto: Divulgação)
Ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima. (Foto: Divulgação) - Ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima. (Foto: Divulgação)

Geddel Vieira Lima (MDB-BA), ex-ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, foi transferido para uma cela isolada, conhecida popularmente por ‘solitária’, na penitenciária da Papuda na última terça-feira (25). Supostamente Geddel teria desacatado um agente penitenciário durante entrevista pessoal, e o fato foi registrado na 30ª Delegacia de Polícia de São Sebastião.

Inicialmente o ex-ministro ficará por 10 dias em cela isolada, sem autorização para tomar banho de sol ou receber visitar. Após esse período, Geddel poderá retornar ao convívio com os outros presos.

A Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (Sesipe)  divulgou nota na qual informa que Geddel foi isolado por desrespeitar o agente durante uma revista pessoal.  Segue nota integral:

“A Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (Sesipe) informa que o interno Geddel Vieira Lima foi isolado em cela especial no Centro de Detenção Provisória (CDP), localizado na Papuda, na última terça-feira (26). Ele desrespeitou um agente de atividades penitenciárias durante uma revista pessoal.

O procedimento é adotado para todo detento que cometa falta disciplinar em estabelecimento prisional. Geddel, assim como qualquer outro interno nessa condição, ficará na cela especial, inicialmente, por até dez dias. Depois, retorna para a cela de origem.

A ocorrência foi registrada na 30ª Delegacia de Polícia, localizada em São Sebastião. O fato também será oficiado ao Ministério Público do DF e à Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça.”

Jornal Midiamax