Brasil

Dupla que tatuou ‘eu sou ladrão e vacilão’ na testa de adolescente é condenada

Acusado pela dupla de tentar roubar uma bicicleta

Diego Alves Publicado em 20/02/2018, às 02h13

None

Acusado pela dupla de tentar roubar uma bicicleta

A 5ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, condenou os dois homens que tatuaram os dizeres “eu sou ladrão e vacilão” na testa de um adolescente, acusado pela dupla de tentar roubar uma bicicleta, no ano passado. Dupla que tatuou 'eu sou ladrão e vacilão' na testa de adolescente é condenada

Conforme a sentença, o tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis recebeu pena de três anos em regime semiaberto pelo crime de lesão corporal gravíssima e quatro meses por constrangimento ilegal. 

O pedreiro Ronildo Moreira de Araújo cumprirá pena de três anos e onze meses em regime fechado pelo crime de lesão corporal gravíssima e mais cinco meses em regime semiaberto por constrangimento ilegal.

Presos na penitenciária de Tremembé, no interior do estado, eles não poderão recorrer em liberdade. O adolescente passa por tratamento contra o uso de drogas em uma clínica de reabilitação.

Jornal Midiamax