Brasil

Criticado por ministro, Moro diz que Teori “foi um verdadeiro herói”

Velório de ministro ocorre neste sábado

Joaquim Padilha Publicado em 21/01/2017, às 14h25

None
sergio_moro.jpg

Velório de ministro ocorre neste sábado

Responsável pelas investigações da Operação Lava Jato em primeira instância, o juíz federal Sérgio Moro lamentou a morte do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki, ocorrida nesta última quinta-feira (19).

"Acredito que pela qualidade, relevância e importância dos serviços que ele prestava, e a situação difícil desses processos, a importância desses processos, [Zavascki] foi um verdadeiro herói. Há uma grande desolação da magistratura.", disse Moro.

"Todos que o conheciam, especialmente aqui da 4ª Região, estão desolados", declarou, ao chegar na sede do TRF-4 (Tribunal Regional da Quarta Região), onde o corpo do ministro está sendo velado neste sábado (21).

Sérgio Moro já foi criticado pelo ministro quando decidiu divulgar para a mídia as escutas telefônicas gravadas entre o ex-presidente Lula e a ex-presidenta Dilma Rousseff.

Teori Zavascki chamou o acolhimento das escutas por parte de Moro de "precoce" e "equivocadas", negando que as mesmas fossem utilizadas nas investigações relativas ao sítio de Atibaia (SP) e ao triplex em Guarujá (SP).

Lava Jato irá continuar

O presidente do TRF-4, que julga as decisões adotadas em Curitiba, Luiz Fernando Penteado, disse durante o velório do ministro Teori Zavascki que a morte do magistrado não deverá causar interrupção das investigações relativas à Operação Lava Jato.

"A nomeação é ato do presidente da República, que deve pensar sobre o nome com alguma brevidade. Mas a ministra Carmen Lúcia [presidente do STF], observando o regimento interno, fará as diligências necessárias. As medidas urgentes não cessarão", disse.

"As investigações [da Lava jato] correm por impulso do Ministério Público e da Polícia Federal. Certamente há juízes no país com condições de assumir as funções do ministro Teori", completou.

(sob supervisão de Ludyney Moura)

Jornal Midiamax