Brasil

Contra ‘heterofobia’, vereador propõe Dia do Orgulho Hétero em Belém do Pará

Data é "só para os machos" e combater a "heterofobia"

Richelieu Pereira Publicado em 21/11/2017, às 13h23

None

Data é “só para os machos” e combater a “heterofobia”

O vereador Silvano Oliveira (PSD) pretende instituir em Belém do Pará o Dia do Orgulho Hétero, o parlamentar apresentou a proposta no início deste mês de novembro na Câmara Municipal da cidade. A ideia, inclusive, não chega a ser pioneira. Em São Paulo, projeto semelhante chegou a ser aprovado pelos vereadores, mas foi vetado pelo prefeito, em 2011.

Na capital paraense, se aprovado, o Dia do Orgulho Hétero será comemorado anualmente no primeiro domingo de dezembro. “A justificativa deste projeto é buscar espaço nas comemorações, assim como existem os dias que o público LGBTI comemora o seu orgulho”, defende Silvano em sua página do Facebook.

Contra 'heterofobia', vereador propõe Dia do Orgulho Hétero em Belém do Pará

“É um projeto que vai orgulhar muita gente no município de Belém. Nós temos no calendário municipal o dia do orgulho gay, o dia do orgulho LGBTI, o dia do orgulho lésbica, o dia do orgulho trans, e temos o dia da parada gay. Nós vamos combater a heterofobia, um dia só para os machos, na preservação da espécie humana”, discursou o parlamentar na tribuna da Câmara de Belém, onde o projeto de lei segue em análise.

O Dia do Orgulho Heterossexual esteve prestes a ser instituído na maior cidade do País, São Paulo, onde os vereadores aprovaram a criação da data em 2011. Entretanto, a proposta foi vetada pelo então prefeito Gilberto Kassab, que avaliou o projeto de lei como “materialmente inconstitucional e ilegal, bem como contraria o interesse público.”

(Foto: Reprodução/Facebook)

Jornal Midiamax