Brasil

Briga com pisão no pé tumultua estação de metrô e 14 ficam feridos

Confusão entre dois passageiros causou transtorno

Daiane Libero Publicado em 02/06/2017, às 19h07

None

Confusão entre dois passageiros causou transtorno

Uma briga entre dois passageiros no horário de maior fluxo do sistema de transporte sobre trilhos da capital paulista espalhou pânico entre os usuários e deixou 14 pessoas feridas na manhã desta sexta-feira (2). O problema começou com um pisão no pé, ocorrido por volta das 8h30, na passarela interna da estação Pinheiros, que liga a linha 4-amarela do metrô à linha 9-esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

Um agente de segurança, de 29 anos, estava seguindo rumo a Osasco, na Grande São Paulo, quando um homem pisou em seu pé a ponto de tirar o tênis que calçava. Ele olhou para trás e o homem perguntou: “o que foi?” e já pegou em seu colarinho, segundo seu depoimento à polícia. A camisa foi rasgada. Nesse momento, os passageiros que estavam em volta se afastaram e derrubaram o gradil que separava o fluxo de pessoas. Alguém gritou “tiro” e teve correria.

Briga com pisão no pé tumultua estação de metrô e 14 ficam feridos

Oito pessoas foram levados para o pronto-socorro da Lapa, e as demais para os hospitais Bandeirantes e São Luis. Um dos envolvidos na briga prestou depoimento no 14º DP (Pinheiros), o nome dele, porém, não foi informado. De acordo com a advogada, Bianca de Oliveira, ele não teve nada a ver com a agressão e está assustado. A CPTM e a ViaQuatro informaram que o tumulto não provocou danos materiais nas estações e nem atrapalhou a circulação das composições.

Jornal Midiamax