Brasil

Patroa demite faxineira pelo WhatsApp por ela ser ‘mãe solteira’

Imagens da conversa caíram na rede e causou indignação

Guilherme Cavalcante Publicado em 28/06/2016, às 21h40

None
demissoempregadapreconceito.jpg

Imagens da conversa caíram na rede e causou indignação

Imagens de uma conversa por WhatsApp em que uma faxineira, Cleide, é demitida por ser mãe solteira estão circulando na internet e causando indignação entre internautas. No diálogo entre patroa e empregada, é feita a pergunta se a funcionária, que tem filhos, é casada. Diante da negativa, a patroa dispensa os serviços da faxineira e pede que ela busque na portaria do prédio o acerto da demissão, já que ela não aceita mães solteiras trabalhando em sua casa. A demissão teria acontecido na última sexta-feira (24).

Patroa demite faxineira pelo WhatsApp por ela ser 'mãe solteira'A postagem tem circulado em diversas comunidades do Facebook e estão causando polêmica devido ao conteúdo claramente preconceituoso. Em certo momento, a patroa, chamada Simone, afirma que não seria possível "aceitar esse tipo de gente" na casa dela e que os filhos poderiam "aprender algo errado". Na sequência, a faxineira, Cleide, implora pelo emprego, mas a patroa é irredutível e afirma que o dinheiro do 'acerto' poderá ser retirado com o porteiro do prédio.

Somente em uma comunidade onde os prints da conversa de WhatsApp foram postadas, 'Diário de uma mãe solteira', a publicação reuniu cerca de 9,2 mil reações de 'tristeza' e 'raiva' – ferramentas do Facebook para exprimir desapontamento. Também foram registradas mais de 5,1 mil compartilhamentos e 1,2 mil comentários lamentando o fato.

Os prints não deixam claro onde aconteceu a demissão discriminatória e a identidade da faxineira está mantida em sigilo pela administração da página, porque Cleide estaria se sentindo muito humilhada. Na página, internautas também recomendam que a faxineira procure um advogado ou a Justiça do trabalho.

Jornal Midiamax