Brasil

Após separação, Suzane Richthofen briga por 3 máquinas de costura

Maquinas foram ganhadas por Gugu

Midiamax Publicado em 04/09/2016, às 20h45

None
richthofen1232312313.jpg

Maquinas foram ganhadas por Gugu

Acabou no divorcio litigioso o casamento das presidiárias Suzane von Richthofen e Sandra Ruiz, o Sandrão. O objeto da disputa são três máquinas de costura que o casal ganhou do apresentador Gugu Liberato.

As duas se casaram na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, em outubro de 2014. No mesmo ano, elas deram uma entrevista a Gugu Liberato, contando detalhes do enlace e acabaram ganhando as máquinas do apresentador. 

Na cadeia, Suzane tornou-se uma das melhores profissionais do atelier de costura que funciona dentro de Tremembé, onde são fabricados os uniformes das presas e dos guardas que as vigiam do alto da muralha. Sandra era responsável pela manutenção das máquinas.

Segundo informações da revista Veja, agora Suzane sustenta que Gugu deu as três máquinas a ela e não a Sandrão. Como não recebe visita de qualquer parente e não possui até hoje nenhuma referência familiar, a acusada de matar os pais a pauladas pediu que o presente ficasse na casa do irmão de Sandra, na cidade de Mogi das Cruzes.

Pelo combinado, diz ela, assim que começasse a sair da cadeia no regime semiaberto, pegaria as máquinas para montar o seu tão sonhado atelier de costura.

Em contrapartida, Sandra, já no regime aberto, relata outra coisa. Diz que Gugu deu as máquinas a ela porque foi graças ao seu empenho que a histórica entrevista ocorreu. Ela lembra que Suzane não queria falar “de jeito nenhum”.

Ela confirmou que recebeu as máquinas, mas não quis dizer se elas estão sendo usadas.

Suzane e Sandrão se conheceram no pátio da penitenciária, em 2010. Sandra cumpre pena de 24 anos por sequestro seguido de morte, enquanto Suzane pegou 39 anos. 

Jornal Midiamax