Brasil

Três ararajubas são furtadas do Zoológico Municipal de Curitiba

Telas do zoológico foram arrombadas na madrugada deste sábado

Clayton Neves Publicado em 02/05/2015, às 21h08

None
img_0349.jpg

Telas do zoológico foram arrombadas na madrugada deste sábado

Três ararajubas foram furtadas na madrugada deste sábado (2) do Zoológico Municipal de Curitiba. A ausência das aves foi notada durante a manhã por tratadores do zoológico, que encontraram apenas duas das cinco ararajubas que viviam no local. Conforme o Ministério do Meio Ambiente, a espécie também é conhecida como Guaruba e é considerada “Vulnerável”.

Apesar de haver um módulo 24 horas da Guarda Municipal no Zoológico, os tratadores encontraram duas telas arrombada, por onde acreditam que se tenham furtado as ararajubas. O comércio da espécie é controlado pelo Ibama, razão pela qual a Prefeitura de Curitiba pede que qualquer informação sobre venda ilegal seja reportada à Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Os contatos podem ser feitos pelos telefones (41) 3350-9940, (41) 3350-9632, (41) 3350-9920, (41) 3350-9932, (41) 3378-2376 ou (41) 3378-1221.

Ararajuba
Conforme o Ministério do Meio Ambiente, Ararajuba é o nome vulgar da Guaruba, espécie natural da Amazônia brasileira. Atualmente existem cerca de dez mil exemplares da ave, que teve ocorrência reduzida em 30% nos últimos 30 anos. Há previsão de queda de até mais 30% nos próximos 50 anos.

Estes cálculos, segundo o ministério, levam em conta a retirada de espécimes das natureza para tráfico ilegal, o que levou à classificação da ararajuba na categoria “Vulnerável”.

O nome vem do tupi e significa “arara-amarela”. Tem o mesmo porte de um papagaio, mas com a cauda comprida mede 34 centímetros.

Jornal Midiamax