Brasil

Dono de helicóptero que caiu em SP fez doações ao PSDB e PT

A empresa já havia feito doações a campanhas

Diego Alves Publicado em 04/04/2015, às 21h55

None

A empresa já havia feito doações a campanhas

O empresário José Seripieri Junior, dono da Seripatri Participações e do helicóptero em que estava o filho do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, é também proprietário da Qualicorp, empresa do setor de planos de saúde que, em 2014, doou R$ 4 milhões à campanha de Dilma (PT) e R$ 2 milhões ao comitê do PSDB. A empresa já havia feito doações às campanhas da presidente e de José Serra (PSDB) em 2010. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Além de ser conhecido no meio empresarial e manter laços políticos com os dois partidos citados, José Seripieri Junior é amigo do ex-presidente Lula. O petista chegou a ser convidado para passar o último Réveillon com Seripieri Junior em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Em 2014, a festa do empresário contou com a participação de Geraldo Alckmin e de sua esposa, a primeira-dama Lu Alckmin.

Tragédia

O helicóptero em que estava Thomaz Alckmin caiu no fim da tarde de quinta-feira, em um condomínio residencial de Carapicuíba, zona oeste da Grande São Paulo. Além de Thomaz Alckmin, morreram o piloto Carlos Haroldo Isquerdo Golçalvez, 53 anos, o mecânio Paulo Henrique Moraes, 42 anos, ambos funcionários da Seripatri; e Erick Martinho, 36 anos, e Leandro Souza, 34 anos, mecânicos da Helipark, empresa de manutenção.

A empresa Seripatri, proprietária da aeronave, informou que o helicóptero Eurocopter, modelo EC 155, tinha cerca de quatro anos de uso e 600 horas de voo. De acordo com a empresa, a documentação do aparelho estava em ordem. No momento da queda, a aeronave fazia um voo de teste, após manutenção preventiva.

Jornal Midiamax