Brasil

Avião de pequeno porte do Bradesco cai e mata executivos e pilotos

O avião era ocupado por 2 tripulantes e 2 passageiros

Diego Alves Publicado em 11/11/2015, às 02h24

None
size_810_16_9_citzvii.jpg

O avião era ocupado por 2 tripulantes e 2 passageiros

Um avião de pequeno porte caiu agora à noite em uma fazenda perto da cidade de Catalão, Goiás. O avião era ocupado por 2 tripulantes e 2 passageiros, e não há informação de sobreviventes, segundo a assessoria de imprensa da FAB (Força Aérea Brasileira).

De acordo com o jornal Valor Econômico, morreram na queda os executivos Marco Antonio Rossi, presidente da Bradesco Seguros, e Lúcio Flavio Conduro de Oliveira, presidente da Bradesco Vida e Previdência. Rossi era o mais cotado para assumir a presidência do banco em 2017, segundo a reportagem.

A aeronave Cessna Citation VII, prefixo PT-WQH, saiu do aeroporto de Brasília às 18h39 com previsão de chegada em São Paulo, no aeroporto de Congonhas, às 20h, de acordo com o aeroporto da capital federal.O avião é de propriedade do Bradesco, segundo registro na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). A aeronave caiu em uma fazenda perto da divisa com Minas Gerais.

Leia a nota da FAB sobre a queda do avião: 

A Força Aérea Brasileira informa que a aeronave modelo Citation VII, de matrícula PT-WQH decolou às 18h39 do aeroporto de Brasília com destino a São Paulo e desapareceu dos radares do controle de tráfego às 19h04.

A aeronave caiu em uma região próxima do município de Catalão, estado de Goiás, com quatro ocupantes a bordo. Não há informações de sobreviventes

Jornal Midiamax