Sobrinho que estuprou e matou idosa disse que a assassinou para não ser preso

Foi preso nesta quinta-feira (25), Mateus Nucci de 23 anos pelo assassinato e estupro de sua tia de 64 anos, Lúcia Maria Bezerra dos Santos, encontrada morta em sua casa na cidade de Nova Andradina – a 297 quilômetros de Campo Grande, na última sexta-feira (19). Depois de vários depoimentos e investigações, a polícia conseguiu […]

Thatiana Melo Publicado em 26/07/2019, às 10h42 - Atualizado às 16h57

-

Foi preso nesta quinta-feira (25), Mateus Nucci de 23 anos pelo assassinato e estupro de sua tia de 64 anos, Lúcia Maria Bezerra dos Santos, encontrada morta em sua casa na cidade de Nova Andradina – a 297 quilômetros de Campo Grande, na última sexta-feira (19).

Depois de vários depoimentos e investigações, a polícia conseguiu chegar a Mateus que acabou confessando o assassinato da tia. No dia do crime, ele disse que tinha ido até a casa de um tio com um amigo, onde havia mulheres e passaram a ingerir bebidas alcoólicas.

Depois Mateus teria ido até um prostíbulo e ingerido mais bebidas alcoólicas, senso que saiu do local e foi até a casa de Lúcia, mas como não sabia se ela estava sozinha esperou por um tempo em frente à residência, e ao perceber que a idosa estava só invadiu a casa.

Lúcia foi atacada na sala da casa e no primeiro momento não havia reconhecido o sobrinho, que a estava estuprando. Mas, depois ao reconhecer ele disse que contaria a sua irmã sobre o que ele estava fazendo.

Para tentar se defender, a idosa pegou uma faca que foi tomada por Mateus que desferiu um golpe em seu pescoço. Ela morreu no local. Ele disse que matou a tia para não ser entregue a polícia, segundo o site Jornal da Nova.

Após o crime, o rapaz jogou a faca em próximo a um córrego e ao chegar na casa do tio jogou as roupas que estava usando em uma fossa.

Estupro Homicídio