Variedades / Saúde

Com ervas alternativas, administradora faz releitura “medicinal” de tereré

Receita é composta por folha de amora, chá verde, hortelã, entre outras ervas

Mariana Lopes Publicado em 22/03/2018, às 12h01

None

Receita é composta por folha de amora, chá verde, hortelã, entre outras ervas

Feito originalmente da erva-mate, o tereré ganhou uma releitura “medicinal” em Aquidauana, cidade distante 131 quilômetros de Campo Grande. Fã dos chás e um pouco avessa à bebida pantaneira, a administradora Aline Alegre da Silva, 28 anos, resolveu fazer a própria versão.

“Não  tenho  muito o hábito de tomar o tereré convencional, mas devido ao calor intenso daqui, criei uma receita nova”, conta Aline. No lugar da erva-mate, a administradora mistura ervas normalmente utilizadas para fazer chá, como folha de amora, chá verde, hortelã, oliveira, entre outras.

A ideia de misturar outras ervas para fazer o tereré veio no final do ano passado, período que Aline também descobriu um câncer no colo do útero. Por causa da doença, ela achou prudente cortar a erva-mate original da bebida e foi quando surgiu a ideia de misturar os chás.

Dona de uma loja de produtos naturais, Aline tem conhecimento das misturas que faz para preparar a releitura do mate gelado. Ela garante que a combinação entre as ervas, além de ser bastante refrescante, é excelente para o funcionamento do organismo.

Entre outros benefícios, as ervas de chá misturadas ajudam a combater o estresse, a ansiedade e também estimulam o funcionamento de órgãos como rins e intestino.

A versão do tereré deu tão certo e ficou tão saborosa, que Aline passou a vender as misturas das ervas em saquinhos para os clientes da loja. E para quem ainda tem receio sobre o sabor, Aline explica que é um chá bem gelado que se toma como um tereré.

Fotos:  Ivynara Dias

Jornal Midiamax