Variedades / Saúde

‘Novato’: presidente da Santa Casa critica vereador que quer auditar contas do hospital

'Papel da Câmara é fiscalizar se serviço é prestado', declara

Tatiana Marin Publicado em 06/04/2017, às 21h31

None
img_6439zverzviniciuszsiqueirazftozizaiaszmedeiros.jpg

'Papel da Câmara é fiscalizar se serviço é prestado', declara

O presidente da Santa Casa Esacheu Nascimento classificou como equivocado o intuito do vereador Vinícius Siqueira de instaurar uma comissão provisória para auditar as contas da Santa Casa de Campo Grande. Segundo Nascimento, o papel dos vereadores é fiscalizar se o serviço está sendo prestado.

“A Santa Casa é uma instituição privada. Tem alguns vereadores novos que não tem noção e acham que tem que auditar. O papel do vereador é fiscalizar se o hospital está cumprindo o contrato”, disse Nascimento após reunião em que o hospital e a Prefeitura entraram em acordo sobre a renovação do contrato.

Siqueira inclusive sugeriu veto dos vereadores que integram a Comissão Permanente de Saúde da possível auditoria. De acordo com ele, o objetivo é fazer com que a inspeção seja “livre de paixões”. A este respeito, o presidente da Santa Casa disse não poder opinar. “Este é um problema da Câmara”, pontua.

Siqueira justificou o veto aos parlamentares dizendo que a maioria tem vínculo empregatício com o hospital, além de ser da área da saúde. Integram a comissão de saúde da Câmara os vereadores Dr Loester (PMDB), Antônio Cruz (PSDB), Enfermeiro Fritz (PSD), Enfermeira Cida Amaral (PTN) e Dr Lívio Viana (PSDB).

Jornal Midiamax