Variedades / Saúde

Com obra atrasada desde anos 90, ministro promete Hospital do Trauma para julho

Ricardo Barros visitou a Santa Casa

Daiane Libero Publicado em 19/01/2017, às 20h24

None
cffba030-a410-46f2-9fb3-a584afad0110.jpg

Ricardo Barros visitou a Santa Casa

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, que está em Campo Grande nesta quinta-feira (19) cumprindo agenda, anunciou que faltam R$ 2,8 milhões para a conclusão do Hospital do Trauma, e que a previsão de conclusão é para julho deste ano. "A bancada solicitando as verbas serão liberadas", afirmou em entrevista coletiva na Santa Casa, local que ele visitou na parte da tarde. O ministro está aqui para anunciar a liberação de R$ 82,4 milhões para a área de saúde em Mato Grosso do Sul. Na visita à Santa Casa, ele foi acompanhado do prefeito Marquinhos Trad e da governadora em exercício Rose Modesto. 

É preciso lembrar que, conforme reportagem feita pelo Jornal Midiamax em agosto de 2015, o Hospital do Trauma seria inaugurado em dezembro de 2016. Na época, o secretário estadual de Saúde, Nelson Tavares, disse que foi assinado um pacto entre o ministério da Saúde, Santa Casa, governos Federal e Estadual, a fim de dar contiuidade ao projeto. A estimativa é que já foram gastos mais de R$ 10 milhões na obra, que começou na década de 1990, como uma ampliação da Santa Casa, e vem se arrastando desde então. 

Barros também afirmou que parte desses recursos serão destinados à reforma do sexto andar da Santa Casa, para melhoria do serviço na Capital. "Temos exemplos de cidades em que o SUS (Sistema Único de Saúde) é excelente, funciona. Aqui em Campo Grande, terminadas as reformas e estruturação dos serviços propostos, prevemos uma unidade exemplar no serviço de saúde. Os recursos serão liberados parcelados em 12 meses, conforme forem cumpridas as etapas propostas", elencou. Na visita à Santa Casa, o ministro também disse ter se deparado com vários pacientes esperando nos corredores. Ele acredita que a reforma no sexto andar irá liberar mais leitos. 

Segundo o prefeito Marquinhos Trad, a novidade é mesmo a inauguração do Hospital do Trauma. Jpa Rose Modesto disse que o recurso para essa conclusão já está separado. "O Hospital do Trauma é um compromisso do Governo. O objetivo maior é fazer essa entrega, pois vai ajudar a desafogar a Santa Casa. O grande problema da Santa Casa é a ortopedia", disse a governadora em exercício. 

Fotos: Luiz Alberto

(Matéria editada às 17h52 para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax