UEMS, UFGD e SUS formam parceria para integrar estudantes e saúde pública

Projeto quer incentivar uma formação voltada para saúde pública
| 11/04/2016
- 19:10
UEMS, UFGD e SUS formam parceria para integrar estudantes e saúde pública

Projeto quer incentivar uma formação voltada para saúde pública

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul () em parceria com a Universidade Federal da Grande Dourados () e a Secretaria Municipal de Saúde (SEMS-Dourados), firmou termo de compromisso com o Ministério da Saúde para desenvolver um projeto de integração do conhecimento produzido nas Instituições de Ensino Superior à pratica cotidiana dos órgãos de saúde da cidade de Dourados. A parceria terá a duração de 24 meses e a execução tem previsão para ocorrer entre março de 2016 e fevereiro de 2018.

O projeto contará com os acadêmicos do curso de Enfermagem da UEMS e dos cursos de Medicina, Psicologia e Nutrição da UFGD. Eles estarão divididos em grupos de trabalho temáticos: redes de atenção, saúde mental, doenças crônicas não transmissíveis, materno-infantil, sistematização da assistência de enfermagem, acolhimento em saúde e controle social. Cada grupo contará com docentes, alunos e preceptores da Secretaria de Saúde, totalizando 60 pessoas participantes.

Pelo plano de trabalho estipulado, no primeiro ano a meta é atualizar as ementas das disciplinas de cada um dos cursos participantes com base nas experiências vivenciadas, além de melhorar os serviços oferecidos à população a partir das reflexões sobre o SUS. E, no segundo ano, avaliar e aprofundar as ações propostas e buscar-se-á qualificar os serviços de saúde como cenário de prática na formação acadêmica, com foco nas trocas de conhecimento voltadas aos princípios e diretrizes do SUS.

O projeto foi selecionado a partir de concorrência pública chamada por Edital do Ministério da Saúde em 2015, convocando instituições de ensino e secretarias de saúde estaduais e municipais a submeterem projetos com vistas à seleção para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde). Na edição deste ano do PET-Saúde, intitulada GraduaSUS, o Programa pretende estimular mudanças nos cursos de ensino superior na área da saúde com vistas à formação voltada para o SUS.

“Esta proposta é diferenciada. Hoje, após alguns anos de experiências do PET SAÚDE, as Faculdades de Ciências da Saúde (FCS) de Ciências Humanas (FCH) da UFGD se ligam ao curso de Enfermagem da UEMS, para que nessa integração as práticas multiprofissionais sejam oferecidas de forma organizada pedagogicamente e nela se incluam não somente a assistência à Saúde, mas também o Controle Social e a Saúde Indígena, elementos importantes que compõem a complexidade de nosso cenário de formação profissional”, ressaltam os responsáveis pelo projeto.

Veja também

Multivacinação estará disponível para crianças e adolescentes de até 14 anos de idade

Últimas notícias