Variedades / Saúde

Oficina do Coapes visa formar profissionais gestores com conhecimento do SUS

Compromisso das instituições de ensino

Diego Alves Publicado em 01/03/2016, às 02h08

None
fotosus.jpg

Compromisso das instituições de ensino

Começou nesta segunda-feira (29) e segue até amanhã, primeiro de março o Encontro do Comitê Gestor Local do Coapes da Sesau realizado no auditório da Associação Brasileira de Odontologia – Seção Mato Grosso do Sul. A oficina, prevista na Lei do Mais Médicos, servirá para aprimorar a relação entre as universidades e os gestores do SUS, o que promoverá melhores condições de inserção dos estudantes nos serviços de saúde.

Uma dos pontos discutidos no Coapes é o compromisso das instituições de ensino, no caso as universidades, com o desenvolvimento de atividades que articulem o ensino, a pesquisa e a prestação dos serviços de saúde, com base nas necessidades sociais. 

O palestrante do ministério da Saúde e Gestão em Educação, Alexandre Medeiros de Figueiredo destaca que o objetivo do encontro é desenvolver a qualificação de assistência da gestão, o ensino e controle social da saúde com base na política nacional da educação permanente em saúde. 

Outro ponto explicado por Alexandre Medeiros e o compartilhamento da estrutura para apoiar os processos de educação permanente dos profissionais da saúde. “Nesse processo de educação em saúde é importante o desenvolvimento de pesquisas e novas tecnologias e o SUS como cenário de prática. Nosso objetivo é que os profissionais da saúde em formação conheçam a realizada da saúde pública e como atender a população de um modo geral com qualidade”.

A fisioterapeuta da Sesau Isabela Pereira disse que a ideia da realização do Encontro Gestor Local do Coapes é do prefeito Alcides Bernal. “Nosso objetivo é que as universidades coloquem do na grade de ensino dos acadêmicos como funciona o Sistema Único de Saúde (SUS). “Queremos formar agentes acolhedores e que os pacientes sintam melhorias na qualidade do atendimento”.

Para a professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Laís Alves de Souza a parceria com o Coapes vai permitir um ambiente de aprendizado mais rico no que diz respeito informativo aos acadêmicos a realidade do SUS. “O profissional em formação médica e enfermagem deve conhecer o funcionamento da saúde e as necessidades dos usuários. Vai ser uma troca de experiências e os acadêmicos vão contribuir com suas ideias para qualificação dos serviços da saúde”, comentou.

Jornal Midiamax