Variedades / Saúde

Enquanto vacina contra gripe não chega à rede pública, clínicas tem procura intensa

Valor vai de R$ 60 a R$ 100

Ana Paula Chuva Publicado em 04/04/2016, às 19h01

None
vacina-h1n1.png

Valor vai de R$ 60 a R$ 100

Clínicas de imunização em Campo Grande iniciaram na sexta-feira vacinação contra H1N1. A procura foi intensa mesmo antes das doses chegarem e algumas clínicas fizeram lista de espera para atender toda essa demanda. Enquanto a dose não chega à rede pública, onde é restrita aos grupos de risco, a procura é intensa na rede privada, em razão de o vírus ter começado a circular mais cedo este ano.

De acordo com a enfermeira Talita Arzamendia da Silva, da Clínica Prophylaxis, as vacinas chegaram na sexta-feira mesmo, e assim que chegaram eles deram início às ligações para a lista de espera dos clientes que procuraram a clínica. “Desde sexta estamos trabalhando intensamente, pois a procura é muito grande. Na sexta mesmo tivemos uma fila imensa de pessoas para quem ligamos. No sábado a clínica geralmente fica aberta até ás 12h, mas neste sábado estendemos o atendimento até as 17h para conseguirmos atender todos” , afirmou.

A procura pela vacina vai desde crianças a partir de 3 anos, adolescentes, jovens, idosos e muitas gestantes. Porém a vacina que a clínica recebeu é a quadrivalente do laboratório GSK que só pode ser aplicada em crianças a partir de 3 anos. A vacina quadrivalente do laboratório Sanofi, que pode ser aplicada em crianças à partir do 6 meses só chegará aos laboratórios a partir do dia 15.

“O estoque do laboratório GSK já esgotou, a procura deve ser feita apenas em clínicas que tenham a vacina, pois contrário ao ano passado que sobraram vacinas, esse ano a procura está muito grande e talvez a demanda de vacinas do laboratório Sanofi também não atenda toda a população até o final da campanha que é me julho. Mas garantimos que até o final de abril ainda teremos doses da vacina para quem procurar a clíncia”, afirmou Denise Sinésio diretora comercial clínica Prophylaxis.

Rede Pública

A vacinação para os grupos de risco na rede pública só terá início no dia 30 de abril, e as doses estão previstas para chegar apenas 1 semana antes do começo da campanha. Lembrando que o grupo de risco que pode ser vacinado na rede é de crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e doenças que comprometam a imunidade.

Jornal Midiamax