Variedades / Saúde

Sob escala reduzida, janeiro começa com poucos pediatras de plantão

Conforme a escala pacientes encontrarão dificuldades para atendimento pediátrico nos períodos matutino e vespertino

Midiamax Publicado em 31/12/2014, às 21h30

None
upa_vila_almeida_arquivo_minamar.jpg

Conforme a escala pacientes encontrarão dificuldades para atendimento pediátrico nos períodos matutino e vespertino

De acordo com a escala de plantão médico, divulgada pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), o ano começa com poucos médicos pediatras disponíveis para atendimento. Nesta quinta-feira (1º), nos períodos vespertinos e matutinos, apenas 10 pediatras estarão disponíveis em duas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Conforme a escala programada para amanhã, nos períodos matutinos e vespertinos, haverá pediatras apenas nas Upas do Coronel Antonino e da Vila Almeida. Durante à noite o número de especialistas diminui nessas duas unidades, em vez de 5 médicos, apenas 4 estarão atendendo, no entanto, outros profissionais ficarão de plantão.

Na UPA do Jardim Universitário e no CRS (Centro Regional de Saúde) Aero Rancho serão 5 pediatras em cada uma das unidades. Já no CRS Guanandy, Tiradentes, Coophavilla II, Moreninha e Nova Bahia serão 3 médicos para atendimento infantil.

Na sexta-feira (2), a situação é semelhante. Conforme a escala, nos períodos matutino e vespertino haverá pediatra apenas nas UPAs do Coronel Antonino e da Vila Almeida.

No sábado (3) e domingo (4), nos períodos matutinos e vespertinos, além das UPAs do Coronel Antonino e Vila Almeida, a UPA Universitário também contará com pediatra nesses períodos. Conforme a escala, os médicos pediatras devem atender nas demais unidades de saúde mencionadas no período noturno.

Jornal Midiamax