Variedades / Saúde

Sesau disponibiliza vacina contra gripe para população de risco até o fim do estoque

No total geral, a campanha atingiu 81% (151.516) das 185.592 pessoas

Diego Alves Publicado em 20/06/2015, às 00h48

None
20150619165242.jpg

No total geral, a campanha atingiu 81% (151.516) das 185.592 pessoas

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) atingiu, nesta semana, a meta geral de vacinação, de vacinar pelo menos 80% da população de risco. No entanto, os grupos de grávidas e crianças de seis meses a menores de cinco anos ainda continuam com cobertura abaixo do esperado. Para melhorar essa estatística, a Secretaria irá continuar com a vacinação para a os grupos priorizados até que as doses sejam esgotadas. 

No total geral, a campanha atingiu 81% (151.516) das 185.592 pessoas consideradas como prioridade pelo Ministério da Saúde. Dos grupos de risco, a cobertura entre gestantes (57%) e crianças (65%) ainda não atingiram a meta. “Os grupos de risco existem, pois essa população apresenta maior vulnerabilidade e facilidade em desenvolver agravos de saúde. A nossa preocupação é, principalmente entre gestantes e crianças, que também são bastante vulneráveis às complicações causadas pela gripe influenza, e que são os grupos que menos procuraram a vacina”, explica a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Luciana Miziara. 

O médico ginecologista Hussem Khalil Fares, orienta que a imunização é recomendada e de extrema importância para as grávidas, pois é uma dupla imunização. “A vacina é uma recomendação médica e imuniza a mãe e o bebê até o seu sexto mês após o nascimento”, enaltece Hussem.

A Campanha segue em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) de segunda à sexta-feira, e aos finais de semana na UBS Coronel Antonino e nos CRSs (Centros Regionais de Saúde) Nova Bahia, Guanandi, Aero Rancho e Coophavila, sempre das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Público-alvo
A campanha de vacinação contra a gripe abrange crianças de seis meses a menos de cinco anos de idade, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores de saúde, população indígena e carcerária, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde e funcionários dos estabelecimentos prisionais. A Sesau orienta que é importante levar aos postos de saúde o cartão de vacinação e um documento de identificação.

De acordo com a coordenação da Campanha, está prevista a vacinação de 18.710 trabalhadores da saúde, 10.271 gestantes, 1.188 puérperas, 80.080 idosos, 20.456 pessoas com doenças crônicas, 20.500 crianças entre seis meses e um ano e 33.846, na faixa etária de dois a quatro anos de idade.

As pessoas com doenças crônicas devem apresentar também prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes que já fazem parte de programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde devem procurar unidades em que estão cadastrados.
Já as crianças no primeiro contato com a vacina devem sem imunizadas com duas doses, sendo a segunda após 30 dias. A vacina só tem efeito para essas crianças, se tomada as duas doses.

Vírus Influenza em Campo Grande
Em 2014, foram 387 casos notificados da Gripe Influenza, sendo que desses 43 confirmados de H1N1 e 27 H3N2. Desses casos, 20 pacientes foram a óbito. Já em 2015, de janeiro até agora, foram 122 notificações, com confirmação de um caso de H1N1; dez H3N2, e desses dois foram a óbito no dia 12 de junho; e dois casos de Influenza B. As notificações aumentam com a chegada do inverno.

Jornal Midiamax