Variedades / Saúde

Secretário se reúne com comunidades indígenas e debate assistência para aldeias de MS

 A realização de uma Caravana da Saúde especificamente às comunidades

Midiamax Publicado em 17/09/2015, às 21h55

None
noticias.jpg

 A realização de uma Caravana da Saúde especificamente às comunidades

A saúde indígena para os municípios de Mato Grosso do Sul foi discutida nesta quinta-feira (17) em reunião entre o secretário de estado de saúde Nelson Tavares e representantes da comunidade indígena do estado. Durante a reunião, foram apresentadas ao secretário a atual estrutura das ações de saúde nas comunidades indígenas e o pedido de apoio a rede de atenção básica indígena de municípios como: Nioaque, Aquidauana, Miranda, Campo Grande, Dourados, Caarapó e Rio Brilhante.

Para o representante do Conselho de Saúde Indígena de Mato Grosso do Sul, Fernando da Silva Souza, a reunião com a Secretaria de Estado de Saúde foi essencial para debater junto ao Governo do Estado as condições de apoio à saúde indígena e quais as propostas para melhorar o atendimento nos municípios. Segundo Fernando, o encontro com a Secretaria de Estado de Saúde reforça o interesse do trabalho conjunto para a melhoria dos serviços de saúde destinados às comunidades indígenas.

“Hoje contamos apenas com os atendimentos fornecidos pela Secretaria Especial da Saúde Indígena (SESAI), o que não é suficiente. A nossa reunião com a Secretaria de Estado de Saúde é para apresentar as nossas demandas para que o secretário como gestor possa sugerir ações e nos apoiar nos atendimentos à população indígena. Saímos com um resultado positivo, como o compromisso da secretaria nos apoiar na assistência de medicamentos, além do diálogo com os municípios para reforçar os cuidados da atenção básica aos indígenas”, destacou Fernando.

Durante a reunião o secretário de saúde Nelson Tavares também falou da grande possibilidade em levar os atendimentos da Caravana da Saúde especificamente para as comunidades indígenas. “O Estado auxiliará no que for possível para garantir este apoio aos indígenas. A realização de uma Caravana da Saúde especificamente às comunidades é absolutamente possível. Vamos analisar o relatório das demandas que serão levantadas pelas nossas equipes e assim colocar a Caravana em ação o quanto antes”, disse o secretário.

De acordo com o representante e articulador do Movimento Indígena de Mato Grosso do Sul, Elcio Terena, a Secretaria de Estado de Saúde mostrou-se uma parceira nas ações direcionadas à melhoria dos serviços de atendimento ao indígena. “É um resultado positivo, onde começa a surgir um horizonte para os indígenas. Queremos estender para todas as comunidades do estado o mesmo resultado que foi obtido por atendimentos levados pela Caravana da Saúde de Três Lagoas, onde mais de 15 indígenas voltaram a enxergar. Queremos que essa atenção seja ampliada para as mais de 70 aldeias. Temos certeza de que a partir desta reunião de hoje, as ações começarão a evoluir”, disse Elcio.

Jornal Midiamax