Variedades / Saúde

Hospitais universitários de MS receberão mais de R$ 4 milhões do Ministério da Saúde

O recurso faz parte das ações do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais

Gerciane Alves Publicado em 02/07/2015, às 18h08

None
hu.jpg

O recurso faz parte das ações do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais

O Ministério da Saúde disponibilizou mais de R$ 4 milhões para a ampliação ou melhoria dos atendimentos realizados em dois hospitais universitários de Mato Grosso do Sul. Do montante, 1.970.568,99 serão destinados ao Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian e 2.075.260,14 ao Hospital Universitário da Grande Dourados em.

O recurso faz parte das ações do Programa Nacional de REHUF (Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais), desenvolvido e financiado em parceria com o Ministério da Educação. A Portaria nº 879, que autoriza o recurso, foi publicada no DOU (Diário Oficial da União).

 Os valores passados são definidos de acordo com indicadores e metas de desempenho de cada hospital. Esse montante, pago em parcela única, vai reforçar o orçamento das instituições universitárias que comprovaram o cumprimento das metas de qualidade relacionadas a porte e perfil de atendimento, capacidade de gestão, desenvolvimento de pesquisa e ensino e integração à rede do SUS (Sistema Único de Saúde) local.

 Com esse incentivo, os hospitais universitários podem adquirir equipamentos, realizar pequenas reformas, comprar materiais, entre outras ações, conforme a necessidade e planejamento da instituição. De 2010 a 2014, o Ministério da Saúde destinou mais de R$ 2,3 bilhões aos hospitais universitários de todo o país.

 Além dos recursos do REHUF para reestruturação e revitalização dos hospitais universitários, o Ministério da Saúde já repassou, somente em 2015, R$ 735,4 milhões de incentivo para estes estabelecimentos. Os hospitais universitários são vinculados às instituições de ensino superior do Ministério da Educação, responsável pelo pagamento e contratação dos profissionais.

Jornal Midiamax