Variedades / Saúde

Filipinas detecta segundo caso de SROM no país

O porta-voz de Saúde explicou que o cidadão não apresentava sintomas quando chegou às Filipinas

Clayton Neves Publicado em 06/07/2015, às 13h22

None
filipinas-detecta-segundo-srom-pais_ediima20150706_0036_4.jpg

O porta-voz de Saúde explicou que o cidadão não apresentava sintomas quando chegou às Filipinas

As autoridades das Filipinas detectaram um caso de síndrome respiratório do Oriente Médio (SROM) no país, o segundo resultado positivo registrado no arquipélago asiático, informou nesta segunda-feira (6) a imprensa local.

Segundo o portal de notícias “Rappler”, a pessoa infectada é um cidadão estrangeiro de 36 anos que chegou às Filipinas vindo da Arábia Saudita e que fez escala em Dubai, confirmou a ministra da Saúde filipina, Jannete Garin.

A fonte detalhou que o paciente começou a mostrar sintomas característicos da SROM, como tosse e febre, na quinta-feira passada, embora só tenham sido feitos os exames dois dias depois.

Segundo a ministra, o paciente está isolado no Instituto de Pesquisa de Medicina Tropical e está respondendo ao tratamento, por isso que é provável que se recupere em breve.

Além disso, Garin afirmou que as autoridades de saúde estão procurando cidadãos que tenham estado em contato com o afetado pelo vírus e já identificaram oito pessoas que estão em quarentena.

O Ministério da Saúde confirmou que estão sendo realizados testes em uma delas, que apresenta alguns sintomas.

O porta-voz de Saúde Lyndon Lee Suy explicou que o cidadão não apresentava sintomas quando chegou às Filipinas, razão pela qual os escâneres térmicos não detectaram a sua entrada no país.

Jornal Midiamax