Variedades / Saúde

Casos aumentam e dengue pode ter causado mais três mortes no Estado

Duas pessoas, de Corumbá e Paranhos, já morreram por causa da doença 

Midiamax Publicado em 15/04/2015, às 18h57

None
aedes_dengue_1_0.jpg

Duas pessoas, de Corumbá e Paranhos, já morreram por causa da doença 

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) investiga a possibilidade de a dengue ter causado mais três mortes no Estado. Até o momento, já foram registradas duas mortes causadas pela doença no Estado em 2015: um em Corumbá e outro em Paranhos.

Boletim epidemiológico divulgado pela SES nesta quarta-feira (15) informa que estão sob investigação três mortes, duas em Sonora e um em Aparecida do Taboado, que também podem ter sido causadas pela dengue. A Secretaria aguarda o resultado de exames.

A coisa está feia

Além da possibilidade de mais três mortes causadas por dengue, os números do boletim epidemiológico preocupam. Agora 36 municípios sul-mato-grossenses estão com alto risco de epidemia, entre eles Campo Grande, que registrou mais de mil casos nas últimas três semanas.

Se somados outros 23 municípios que estão em estado de alerta, são 59 municípios em situação alarmante, o que equivale a 74% dos municípios do Estado. Nas últimas três semanas foram registrados 5.278 casos em Mato Grosso do Sul, média de mais de 251 por dia.

Tem mais. Apesar de estarmos ainda em abril, o número total de casos registrados no ano, 13.702, ultrapassou o número de casos registrados no ano passado, 9.256 notificações.

Confira abaixo os municípios com risco de epidemia.

Alto risco: Iguatemi, Selvíria, Sonora, Itaquiraí, Sete Quedas, Douradina, Amambaí, Eldorado, Brasilândia, Paranhos, Japorã, São Gabriel do Oeste, Chapadão do Sul, Aral Moreira, Naviraí, Laguna Carapã, Água Clara, Inocência, Tacuru, Juti, Costa Rica, Aparecida do Taboado, Maracaju, Nova Andradina, Três Lagoas, Coronel Sapucaia, Paranaíba, Santa Rita do Pardo, Alcinópolis, Ivinhema, Antônio João, Mundo Novo, Glória de Dourados, Campo Grande, Guia Lopes da Laguna e Itaporã.

Em estado de alerta: Jateí, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Vicentina, Rochedo, Ladário, Bonito, Pedro Gomes, Novo Horizonte do Sul, Cassilândia, Bataguassu, Corumbá, Dourados, Jaraguari, Paraíso das Águas, Camapuã, Fátima do Sul, Bandeirantes, Angélica, Ponta Porã, Nova Alvorada do Sul, Bodoquena e Jardim.

Jornal Midiamax