Laser íntimo ou creme vaginal para ressecamento vaginal?

| 11/04/2022
- 09:06
Laser íntimo ou creme vaginal para ressecamento vaginal?
Imagem: Julia Avamotive - Pexels

O ressecamento vaginal é uma queixa muito frequente entre as , principalmente após a menopausa.

Este sintoma é extremamente desagradável e prejudica significativamente a qualidade de vida das mulheres.

Dor durante a relação sexual, infecções genitais e até infecções urinárias podem ser desencadeadas devido ao ressecamento vaginal.

O tratamento da secura vaginal consiste na identificação da causa, seguido do tratamento específico, que pode variar desde o uso do creme vaginal hormonal até o laser íntimo.

No artigo de hoje, falaremos um pouco sobre os dois principais tipos de tratamento e a diferença entre eles.

Creme vaginal 

Os cremes vaginais permitem o aumento da lubrificação vaginal, porém existem duas opções que atuam de formas distintas, sendo elas:

Hidratantes vaginais: 

Os hidratantes vaginais são compostos por ácido hialurônico ou ácido poliacrílico. Agem hidratando a mucosa vaginal, melhorando não só os sintomas de ressecamento vaginal, como também mantendo um pH e flora vaginais mais equilibrados. 

Seus efeitos perduram por horas e alguns dias, necessitando de uso contínuo, geralmente prescrito a cada 3 dias. 

São uma boa alternativa para tratamento do ressecamento vaginal de mulheres que apresentam contraindicação ao uso de hormônios. 

Cremes vaginais com baixa dose de hormonal: 

Os cremes à base de estrogênio devem ser aplicados no canal vaginal de forma contínua, com intervalos de acordo com a orientação da sua ginecologista. 

Promovem a renovação celular e a restauração da flora e pH vaginais. Mulheres referem melhora dos sintomas genitais e urinários a partir de 3 a 12 semanas de uso. 

Existem na forma de creme vaginal ou ainda como óvulos vaginais e devem ser introduzidos no canal vaginal à noite. 

Quais as vantagens do creme vaginal?

O creme vaginal apresenta como principais vantagens restaurar o pH e a flora vaginal natural, assim como melhorar a hidratação da mucosa vaginal.

É um tratamento minimamente invasivo, que não dói, simples e que possui poucas contraindicações.

Quais as desvantagens do creme vaginal?

As principais desvantagens do creme vaginal são:

- Longo período de (semanas) até a paciente referir melhora dos sintomas

- Demandam uso constante (inicialmente diário, dias alternados, semanal, a depender do caso), o que pode ser complicado para mulheres com rotinas agitadas

- A interrupção do uso, provoca retorno dos sintomas em alguns dias (hidratantes) ou semanas (cremes hormonais)

Laser íntimo 

O laser íntimo é outra opção muito eficiente para tratar os problemas de ressecamento vaginal

Este é um tratamento que pode proporcionar muitos benefícios na qualidade de vida da mulher, é uma opção um pouco mais moderna, que promove resultados imediatos após a aplicação. 

O laser íntimo é indicado para o tratamento de atrofia vaginal, cujo principal sintoma é o ressecamento vaginal.

No entanto, este procedimento também pode ser indicado para tratamento de outras condições como o líquen, incontinência urinária, infecções de repetição, entre outros. 

A liberação de calor na mucosa vaginal e vulva estimula a neovascularização e renovação celular desta região, apresentando efeitos já nos primeiros dias após a sessão. 

Seus efeitos variam de acordo com cada condição, mas costumam durar entre 1 a 2 anos. 

Ainda hoje, existem muitas mulheres que têm medo de realizar esse tipo de procedimento por ser uma técnica mais nova e que envolve muitos mitos.

Entretanto, é possível falar com propriedade que o laser íntimo é uma excelente opção para o tratamento de ressecamento da região vaginal.

Isso porque ele consegue oferecer um efeito muito mais duradouro do que outros remédios que demandam uso contínuo.

Outra informação muito interessante é que o laser íntimo, além de melhorar a lubrificação da região da vagina, também proporciona mais firmeza da área.

Vantagens

O laser apresenta diversas vantagens, como: 

  • Melhora na lubrificação
  • Maior elasticidade da região vaginal
  • Melhor sensibilidade durante o ato sexual
  • Redução da dispareunia de penetração (dor na relação sexual) 
  • Redução da perda urinária
  • Restauração do pH e flora vaginal, reduzindo a incidência de infecções locais
  • Melhora a estética da região da vulva oferecendo rejuvenescimento íntimo.
  • Poucas contraindicações, podendo ser usado em mulheres com contraindicação ao uso hormonal

Desvantagens

As principais desvantagens em relação ao laser são:

  • Procedimento não coberto pelos planos de saúde
  • Podem ser necessárias 2 a 3 sessões com intervalo de 30 - 40 dias entre elas para um efeito prolongado
  • Poucos profissionais são habilitados a realizar esta técnica

Conclusão 

Neste artigo, explicamos um pouco sobre os principais tratamentos para o ressecamento vaginal.

O creme vaginal, muito utilizado pelas mulheres, é uma opção que demanda disciplina, com uso constante e rotineiro, levando muitas mulheres a não se adaptarem ao método, devido a rotina agitada do dia a dia.

Dessa forma, o laser íntimo surgiu como uma alternativa rápida, prática e fácil, com efeitos duradouros e que não exige uso diário de cremes vaginais.

No entanto, é sempre fundamental conversar com a sua médica ginecologista para analisar cada caso individualmente e optar sempre pelo melhor tratamento.

*Esta é uma página de autoria de MARCO JEAN DE OLIVEIRA TEIXEIRA e não faz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX.

Veja também

Menor valor está disponível em voo direto da Azul para a cidade de Corumbá

Últimas notícias