Combinação de Receitas – E-commerce pode Faturar Além das Vendas

| 11/04/2022
- 08:57
<strong>Combinação de Receitas – E-commerce pode Faturar Além das Vendas</strong>
Imagem: Karolina Grabowska - Pexels

E-commerce é sinônimo de loja virtual, e loja virtual é um negócio de vendas de produtos. Até aqui, não há nenhuma novidade.

O ponto a ser abordado neste instante é que o comércio digital não funciona da mesma forma que o comércio físico, embora o objetivo seja o mesmo: ter faturamento maior que despesa, ou seja, ser um negócio lucrativo.

E para serem lucrativos, os negócios digitais, sejam do ramo que forem, terão inúmeras formas de monetização, e mesmo que a fonte principal de sejam as vendas de, ainda é possível aumentar os lucros da empresa, sem perder o foco e o alinhamento do negócio.

Abaixo, um caminho prático e eficiente para quem está aberto a novas experiências nos negócios:

Vídeos podem ser um bom começo

Os vídeos podem fazer a propaganda de uma forma sutil, oferecer cupons de desconto, exibir itens complementares que podem potencializar o uso dos produtos comercializados, ou que façam sentido para o alvo que está procurando aquele tipo de conteúdo, entre outras coisas, aproveitando o espaço para realizar vendas e ainda conseguindo monetizar o canal através dos anúncios inseridos nos vídeos através do Adsense e do próprio Youtube.

Esse tipo de combinação de fontes de receita faz com que o negócio se torne muito mais lucrativo, pois além do lucro das vendas obtidas através da loja de varejo, ainda há uma entrada de receita adicional, que pode custear outros tipos de marketing, como os anúncios de Adwords e outras ferramentas que cobram por cliques ou visualizações.

Tutoriais, Comparativos e Avaliações

Um site que comercializa produtos de tecnologia e eletrônicos pode, por exemplo, trabalhar seu marketing utilizando as mídias sociais e o Youtube, fazendo vídeos que mostrem para que serve cada item vendido no site, de forma que os conteúdos não pareçam propagandas, mas sim tutoriais de como instalar, configurar e utilizar aparelhos tecnológicos e hardwares domésticos, como antenas, receptores, aparelhos de tv box como o X Plus In, conectores como o Chromecast, assistentes virtuais com inteligência artificial como o Alexa, entre outros aparelhos, ou ainda, investir em conteúdos que façam comparativos entre produtos, como, por exemplo, um vídeo que mostre o melhor celular custo benefício, a melhor TV (funcionalidades / qualidade de imagem), o melhor pc gamer, e assim por diante.

Dicas de Saúde, Lifestyle e Bem Estar

Sites que atuam com vendas de produtos naturais e orgânicos, suplementos alimentares, itens para prática de esportes como yoga, pilates, dança, musculação, corrida, entre outros destinados a um público interessado em um estilo de vida saudável, podem trabalhar com diversas outras formas de monetização, como, por exemplo, criando um blog ou site no estilo do Tips for Life, que ensina a respeito de como alimentos podem melhorar a saúde, o bem estar e a estética das pessoas, fornece sugestões de práticas esportivas e cuidados com a saúde de acordo com quantos anos cada pessoa tem e em que fase da vida ela se encontra, entre outras coisas.

Além de poder utilizar o site para fazer propaganda a respeito de diversos itens do e-commerce, ainda é possível monetizá-lo através de anúncios e parcerias. Exemplo: a loja vende produtos como açúcar orgânico. É criado um conteúdo com receitas de doces para pessoas que têm um estilo de vida mais saudável. Nesse conteúdo, as receitas utilizam açúcar orgânico. Um link é criado para o site, explicando que é possível encontrar o produto por um preço x e que quem comprar através daquele link, terá desconto na segunda ou terceira unidade.

Segundo Bruna Bozano, consultora de negócios, “esse tipo de propaganda costuma surtir bons efeitos porque oferece benefícios reais para o leitor e pode torná-lo um cliente, visto que ele recebeu informação de qualidade + desconto de oportunidade para uma compra”.

Além disso, o site também pode disponibilizar espaço para anúncios de Adsense e para banners de outros negócios que se comuniquem com o seu público, como academias de diversas modalidades de esporte, lojas de roupas e calçados para prática de caminhada, corrida, jump, agências de viagens, etc.

A Diversidade Aumenta a Lucratividade

Como é possível notar, um site de vendas não precisa ser o único canal de monetização de uma varejista, independentemente do segmento em que ela atue. E os exemplos acima não são os únicos que podem ser utilizados.

Ainda é possível investir em marketing de influência, em afiliação para as vendas, em infoprodutos, em parcerias comerciais e diversas outras possibilidades.

Um olhar abrangente para um negócio pode abrir inúmeras frentes e possibilitar muito mais sucesso do que trabalhar com uma única possibilidade de receita.

*Esta é uma página de autoria de MARCO JEAN DE OLIVEIRA TEIXEIRA e não faz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX.

Veja também

Menor valor está disponível em voo direto da Azul para a cidade de Corumbá

Últimas notícias