Variedades

Foto revela que Zuckerberg tapa webcam com fita; entenda o motivo

Medida é relacionada à segurança e pode ser seguida por qualquer um

Norberto Liberator Publicado em 23/06/2016, às 12h48

None
mark-zuckerberg.jpg

Medida é relacionada à segurança e pode ser seguida por qualquer um

O presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, publicou na quarta-feira (22) uma foto em sua conta no Instagram, em que comemora o alcance da rede a 500 milhões de usuários. Na imagem, ele aparece com um molde físico representando o layout do app. Mas o que causou mais repercussão entre internautas foi um computador, que aparece sobre uma mesa, com a webcam e saída de microfone cobertas.

De acordo com reportagem da Revista Época, a atitude ‘parece paranoia, mas não é’: com a fita adesiva cobrindo as saídas de microfone e câmera, a ciberespionagem fica impossibilitada de conseguir dados de imagens e áudios. Zuckerberg tem tomado mais cuidado com sua privacidade, desde que teve sua senha em perfis de redes sociais – “dadada” – descoberta e divulgada recentemente.

A revista cita que Edward Snowden, ex-agente da CIA que vazou diversos dados da NSA (Agência de Segurança dos EUA), publicou em 2014 que a própria agência utiliza um vírus que invade câmeras e tira fotos, sem ligar a luz que confirma a gravação de imagens. Desde então, tem sido comum proteger computadores com adesivos ou post-it.

Laptops, tablets e celulares também correm o risco de ser invadidos por esse tipo de software. Assim, quem possui computadores de desktop pode desplugar a webcam, mas para quem possui os outros aparelhos, que já vêm com a câmera embutida, é mais seguro cobri-la. Pessoas públicas estão mais expostas, mas anônimos também não estão livres da ameaça.

O diretor do FBI, James Comey, afirmou este ano que a atitude é a melhor a seguir, pois não se deve subestimar o conhecimento de especialistas (o que inclui Snowden e Zuckerberg). “Coloquei um pedaço de fita – obviamente tenho um laptop pessoal – sobre a câmera, porque eu vi alguém mais esperto do que eu fazendo isso”, disse na época.

Jornal Midiamax