Variedades

Um dos ofícios mais antigos é celebrado hoje; saiba o que buscam os futuros advogados

A data é comemorada no Brasil no dia 11 de agosto   

Mikaele Teodoro Publicado em 11/08/2015, às 17h50

None
dia_do_advogado.jpg

A data é comemorada no Brasil no dia 11 de agosto 

Advogado. Do latim ad=’para junto’ e vocatus = ‘chamado’, logo, àquele a quem se chama em busca de defesa. Ofício antiguíssimo e imprescindível à realização da Justiça e da liberdade é celebrado nesta terça-feira (11). Para estudantes e aspirantes à advogados, mesmo em meio a crise que atinge a justiça brasileira, a carreira é continuará sendo uma das mais fascinantes.

Em uma conversa rápida com acadêmicos, independente do período, é fácil notar a paixão que baseia as horas e horas de estudo. Muita gente ainda corre atrás do retorno financeiro vantajoso, mas a importância social do ofício ainda é o maior atrativo.

Em 2013, Priscila Oliveira concluiu o curso de jornalismo. Mas não era aquilo. No peito, a busca por um instrumento que a pudesse credenciar a ajudar outras pessoas era o que procurava.

 “Ainda idealizo bastante. Não deixei de sonhar. Quero dar minha contribuição pra fazer do mundo um lugar mais justo. Colaborar para que cada um assuma as responsabilidades dos seus atos, defender quem tem sede de justiça, trabalhar pra colocar as coisas em seus devidos lugares”, é isso que busca, tenta me explicar rapidamente.

Para ela, a questão nunca foi dinheiro, mas sim amar o que faz e se sentir útil de verdade.  Ayron Doueidar, 23 anos, também se preocupa com a função social de seu trabalho. De família ligada ao Direito, Ayron não conseguiu fugir à aproximação que sempre teve com o tema.

“Um dos meus principais objetivos é orientar as pessoas sobre seus direitos uma vez que vivemos em um país muito pobre de conhecimento sobre seus direitos e deveres”, explica.

Entre os estudantes, a ideia de que a justiça é falha no Brasil é quase unanimidade.  Inclusive, muitos se incomodam com os rumos seguidos por colegas de profissão que sem pestanejar, dizem “manchar o nome da categoria”.

Thais Moraes, 30 anos, reclama que a advocacia já foi muito mais respeitada no Brasil, mas a conduta de alguns profissionais estragam o trabalho realizado por muitos. É por isso que quando perguntados sobre as qualidades necessárias para ser um bom advogado, todos citaram a honestidade, ao contrário do conhecido “não existe advogado honesto”.Um dos ofícios mais antigos é celebrado hoje; saiba o que buscam os futuros advogados

Mercado de Trabalho

Da ótima financeira e profissional, a carreira segue como muito promissora. Por oferecer várias possibilidades de atuação, é uma das mais procuradas e também concorridas do Brasil.

“A carreira é muito boa, ela te proporciona a chance de escolher várias áreas, ela te da um leque de opções. Mas se engana quem pensa que Direito é só gostar de ler… É um curso complexo, onde o acadêmico tem que gostar de verdade pra poder se destacar, até mesmo por ser um curso bem concorrido”, diz Paula Mendes, 20 anos.

Dentre as áreas mais promissoras dentro carreira destacam-se a Cível, Penal, Trabalhista, Previdenciário, Criminal, Tributário, Econômico, do Consumidor, de Propriedade Intelectual, Empresarial, Comercial, Ambiental e Administrativo.

Concurso Público
Boa parte dos bacharéis formados no país são absorvidos pelo serviço público. Com a tão sonhada estabilidade garantida e salários altos, em muitos casos, este continua sendo um dos principais obejtivos.  

 Mesmo sem inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil é possível participar dos concursos.  É o caso de Cleiton Souza, 23 anos. Para ele, mais que remuneração a busca é por colocação ideal no mercado de trabalho. “O concurso que vou prestar nem é tão bem remunerado, é a estabilidade e principalmente a realização pessoal que busco.”

Jornal Midiamax