Variedades

Sesc Morada dos Baís recebe autoridades e dá início a ações de fomento cultural

A noite contou com performance teatral, apresentação da orquestra de violão e percussão e apresentações musicais

Gerciane Alves Publicado em 12/08/2015, às 19h31

None
morada.jpg

A noite contou com performance teatral, apresentação da orquestra de violão e percussão e apresentações musicais

O Sesc Morada dos Baís foi oficialmente aberto na noite da última terça-feira (11) em uma solenidade que marca a gestão compartilhada com a Prefeitura do patrimônio histórico, agora com uma intensa programação cultural aberta à população campo-grandense.

 “É com grande satisfação que nos encontramos neste espaço que é o marco da história de Campo Grande. Neste mês de comemorações pelos 116 anos de emancipação o Sesc dá, com este espaço, mais uma contribuição para a qualidade de vida. Nesta que é a 28ª cidade brasileira com melhor infraestrutura, um item decisivo para atração de investimentos”, ressaltou o presidente do Conselho Regional do Sesc/MS e do Sistema Fecomércio MS, Edison Araújo.

Ele destacou a importância das parcerias com o poder público que possibilitam a ampliação das atividades do Sesc na Capital. Edison finalizou ressaltando que o espaço será de experimentação e ao mesmo tempo preservação das raízes culturais do Estado. “Queremos que seja elo entre história e cultura. Entendemos que a cultura é fundamental para a qualidade de vida das pessoas. Reafirmo nosso compromisso com artistas, produtores e grupos culturais de fazer deste espaço a morada da nossa arte, música, dramaturgia, dança e literatura”.

A diretora-regional do Sesc, Regina Ferro, ressaltou que o Sesc tem como missão educar para conquista da qualidade de vida, por meio das áreas de saúde, educação, cultura, esporte e assistência. “Entendemos que a cultura é elemento fundamental para o crescimento pessoal e qualidade de vida das pessoas. Teremos no local a exposição permanente do acervo Sesc com obras de Conceição dos Bugres e Jorapimo, além do Museu Lídia Baís, que agora conta com novas obras adquiridas pelo Sesc”, explica a diretora regional, Regina Ferro.

O secretário de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e Agronegócio, Natal Battaglione, conclamou a população a frequentar o espaço. “É frequentando que faremos com que a Morada represente nossa história de forma tão bela quanto é plasticamente”. Também participou da solenidade a superintendente da Sedesc, Maria do Carmo Portocarrero, o deputado Paulo Corrêa e vereador Eduardo Romero.

O secretário de Estado de Cultura, Athayde Nery, classificou a gestão compartilhada como “um dos grandes feitos da parceria público-privada”, tornando a Morada um espaço de permanente visitação.

Hóspede da então Pensão Pimentel por 22 meses – de maio de 1964 a março de 1966 – o presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul, Hidelbrando Campestrini, explica que as ações do Sesc têm o desafio de “renovar a alma” do prédio e está confiante: “Tenho certeza de que irá conseguir”.

A noite contou com performance teatral, apresentação da orquestra de violão e percussão do Sesc Lageado e apresentações musicais.  Dentre os artistas que se apresentaram na noite está o cantor e compositor Paulo Simões, que parabenizou a gestão compartilhada. “O Sesc e a Morada dos Baís se merecem e não consigo ver um casamento mais feliz”.

Serviço – O Sesc Morada dos Baís fica na Avenida Noroeste, 5140. A programação pode ser consultada no site do Sesc MS.

Jornal Midiamax