Variedades

Qual seria o impacto da bomba de Hiroshima lançada sobre Campo Grande?

Os ataques a Hiroshima e Nagasaki completam 70 anos nesta semana

Mikaele Teodoro Publicado em 07/08/2015, às 09h18

None
hirosshima.jpg

Os ataques a Hiroshima e Nagasaki completam 70 anos nesta semana

Nesta semana, o maior atentado terrorista da história completa 70 anos. Em 6 de agosto de 1945, o governo dos Estados Unidos lançou a “Little Boy”, bomba com potência de 20 mil toneladas de dinamite sobre a cidade japonesa de Hiroshima. Uma imensa bola de fogo se formou no céu e uma gigantesca nuvem de fumaça alcançou mais de 18 quilômetros de altura. Estima-se que pelo menos 140 mil pessoas morreram. Nos anos seguintes, o número continuou crescendo devido às vítimas da radiação nuclear.

Passadas sete décadas do atentado, o historiador e professor do Instituto de Tecnologia Stevens, nos EUA, Alex Wellerstein, desenvolveu o site Nuke Map. Com ele é possível simular o impacto das bombas nucleares em todas as partes do mundo. E como teria sido o atentado em Campo Grande?

O círculo central amarelo representa a bola de fogo gerada pela explosão. Em Campo Grande, ela atingiria 125 metros, bem no centro da Capital. Imaginou? A região vermelha corresponde ao tamanho da explosão no ar, a uma pressão de 20 psi e com raio de 500 metros. Em todo raio formado por trechos da Avenida Afonso Pena, 13 de Maio, Calógeras e Ernesto Geisel, os prédios de concreto seriam derrubados e todas as pessoas morreriam.Qual seria o impacto da bomba de Hiroshima lançada sobre Campo Grande?

Entre 50% e 90% das pessoas do círculo verde, raio de 1,6 quilômetros, morreriam se não recebessem atendimento médico. Com pressão de 5 psi, a maioria das residências do raio cinza de 1,91 quilômetros seriam danificadas e a população ficaria ferida.

As pessoas que vivem nos bairros Jardim TV Morena, São Bento, Amambai, Vila Alba, Jardim América e outros – região colorida por laranja [raio de 2,95 quilômetros] – seriam afetadas por queimaduras de terceiro grau, invalidez ou amputação.

Nagasaki

Grupo que lançou a bomba sobre Nagazaki (Divulgação/Wikipédia)No dia 9 de agosto, um novo alvo foi atingido. Desta vez, a bomba​ “Fat Man”, de plutônio foi lançada sobre a cidade. Por estar situada entre montanhas, os efeitos da bomba tiveram uma irradiação menor em Nagasaki.  Mesmo assim, mas de 40 mil pessoas morreram diretamente e dezenas de milhares morreram em decorrência da radiação. O objetivo americano era impedir uma suposta invasão japonesa.

Em setembro de 1945, o Japão se rendeu, oficialmente encerrando a II Guerra Mundial. Setenta anos depois, dois hospitais da Cruz Vermelha continuam a atender milhares de vítimas dos ataques.

De acordo com informação da FICR (Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho), as duas unidades atenderam, no ano passado, 4.657 vítimas da explosão em Hiroshima e 6.030 da ocorrida em Nagasaki. 

Jornal Midiamax