Variedades

Nintendo encerra operações no Brasil por causa dos impostos

A Juegos continuará seu negócio como representante da Nintendo na América Latina, mas o Brasil será excluído

Gerciane Alves Publicado em 09/01/2015, às 15h07

None
nintendo.jpg

A Juegos continuará seu negócio como representante da Nintendo na América Latina, mas o Brasil será excluído

A Nintendo anunciou que encerrará suas atividades no Brasil a partir deste mês. E a culpa, segundo a empresa, é a alta carga tributária do país.

Quem cuidava da distribuição de jogos e consoles por aqui era a Gaming do Brasil, uma subsidiária da Juegos de Video Latinoamérica que atendeu a região por quatro anos. A Juegos continuará seu negócio como representante da Nintendo na América Latina, mas o Brasil será excluído.

“O Brasil é um mercado importante para a Nintendo e lar de muitos fãs apaixonados mas, infelizmente, desafios no ambiente local de negócios fizeram nosso modelo de distribuição atual no país insustentável”, afirmou, e nota, Bill van Zyll, diretor e gerente geral para América Latina da Nintendo of America.

“Estes desafios incluem as altas tarifas sobre importação que se aplicam ao nosso setor e a nossa decisão de não ter uma operação de fabricação local. Trabalhando junto com a Juegos de Video Latinoamérica, iremos monitorar a evolução do ambiente de negócios e avaliar a melhor maneira de servir nossos fãs brasileiros no futuro.”

Jornal Midiamax