Variedades

Morre Chris Squire, baixista da banda progressiva Yes

Desde maio, o músico estava se submetendo a um tratamento contra a leucemia

Gerciane Alves Publicado em 28/06/2015, às 20h34

None
chris-squire.jpg

Desde maio, o músico estava se submetendo a um tratamento contra a leucemia

Chris Squire, baixista e co-fundador das banda progressiva Yes, morreu na manhã deste domingo (28), segundo informou o tecladista Geoff Downes, no Twitter. Desde maio, o músico estava se submetendo a um tratamento contra a leucemia , nos Estados Unidos, mas não resistiu.

“Totalmente devastado, além das palavras, em reportar a triste notícia da morte do meu querido amigo, colega de banda e minha inspiração Chris Squire, do Yes”, disse Geoff Downes, que teve passagem rápida pelo grupo britânico.

O Facebook oficial do Yes também divulgou uma nota lamentando a morte do músico que mais vezes atuou na banda. “É com o coração pesado e uma tristesa insuportável que informamos a morte de nosso querido amigo e co-fundador do Yes Chris Squire. Chris morreu em paz na última noite em Phoenix, Arizona”.

Chris era o único integrante em atividade da formação original em turnê com o Yes e tinha 67 anos. A banda parou em maio, quando o baixista descobriu a doença e encerrou as atividades.

Natural da cidade de Londres, Chris Squire nasceu em 1948 e, 20 anos depois, ao lado de Jon Anderson, Bill Bruford, Tony Kaye e Peter Banks, ajudou a formar a banda Yes. O baixista foi responsabilizado pelo afastamento de Anderson em 2008, o que abalou as relações entre alguns membros da banda, principalmente com Jon e Rick Wakeman.

O baixo de Chris Squire faz um som inconfundível, sendo ele nos primórdios, o precursor do uso de efeitos de guitarra no baixo, em uma adaptação para um som mais forte e psicodélico.

O Yes fez alguns shows no Brasil, sendo que o primeiro deles foi na primeira edição do Rock in Rio, em 1985, e a último em 2013, em um concerto em que o grupo tocou três álbuns.

Jornal Midiamax