Agressão entre colegas de trabalho tem um esfaqueado e vira caso de polícia

No entanto, nenhum deles se feriu com gravidade

Renan Nucci Publicado em 24/10/2021, às 06h32

Entrada da Delegacia da Cepol, em Campo Grande
Entrada da Delegacia da Cepol, em Campo Grande - Henrique Arakaki

Confusão entre quatro colegas de trabalho terminou com todos eles agredidos e resultou em boletim de ocorrência por lesão corporal, no início da madrugada deste domingo (24), em um alojamento localizado na região do Jardim Itamaracá, em Campo Grande. Os quatro envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Consta no registro que a Polícia Militar foi acionada para atendimento a uma briga no local. Um dos envolvidos, de 23 anos, se encontrou com os policiais em um bar e relatou o ocorrido. Ele afirmou ter sido agredido por três colegas de trabalho que são de outro 

estado, mas que estão na cidade prestando serviços pela empresa.

O rapaz pontuou que estava na cozinha comendo, quando um dos autores, de 25 anos, o atacou com um soco e o chutou na cabeça, enquanto outro, de 20 anos, o imobilizou. Ele disse que mesmo assim, conseguiu se armar com uma faca de cozinha para se defender e fugiu até o bar, sendo perseguido pelos demais. Já o suposto agressor de 25 anos deu outra versão.

Este afirma que estava jantando, quando ouviu gritos do lado de fora e viu o rapaz de 23 anos discutindo e brigando com o de 20 anos e com outro de 33 anos. Afirmou ainda que a suposta vítima é usuário de drogas e sempre fica alterado. Explicou que ao tentar apartar a discussão, foi ferido com uma faca de cozinha pelo rapaz de 23 anos, ocasião em que revidou com socos.

Os demais, no caso o rapaz de 20 anos e o homem de 33 anos, separaram a briga, e o suposto usuário entrou na casa e começou a quebrar os móveis, reiniciando a confusão. Todos estavam com ferimentos leves e recusaram atendimento médico, sendo levados diretamente para a Delegacia de Polícia, para registro do boletim de ocorrência.

Jornal Midiamax